Se você joga jogos no seu tempo livre, por que não receber por isso? Faça seu cadastro aqui, e é só começar a jogar e ganhar!


 


 


Por que adicionar o óleo de amêndoa à sua dieta?

Por que adicionar o óleo de amêndoa à sua dieta?

16 de julho de 2019

O óleo de amêndoa - ou óleo de amêndoa doce como é frequentemente chamado - é o óleo prensado da fruta ou drupa da amendoeira decídua (Prunus dulcis). Enquanto as amêndoas são comumente consumidas por comedores saudáveis, o óleo de amêndoa é menos popular. Você pode usar óleo de amêndoa doce para a pele e para a saúde do cabelo. Há também benefícios nutricionais que você ganhará se consumir óleo de amêndoa.

Fatos nutricionais

 
Fatos da nutrição do óleo de amêndoa
Tamanho da dose: 1 colher de sopa
 
Por porção
Calorias 120
% Valor diário*
Calorias de fat 120  
Gordura total 14g 21%
Gordura saturada 1.1g 0,5%
Gordura polinsaturada 2.3g  
Gordura monossaturada 9,5g
 
Colesterol 0mg 0%
Sódio 1mg 0%
Potássio 0mg 0%
Carboidratos 0g 0%
Fibra dietética 0g 0%
Açúcar 0g  
Proteína 0g  
Vitamina A 0%· Vitamina C 0%  
Cálcio 0%· Ferro 0%  
*Baseado em uma dieta de 2.000 calorias  

 


Gorduras em óleo de amêndoa

Existem três tipos diferentes de gordura no óleo de amêndoa.

Existe uma pequena quantidade de gordura saturada neste óleo. Gorduras saturadas são consideradas gorduras menos saudáveis, pois podem contribuir para doenças cardíacas. A American Heart Association recomenda a escolha de óleos com menos de quatro gramas de gordura saturada por colher de sopa. O óleo de amêndoa fornece cerca de um grama de gordura saturada por colher de sopa.

Você também se beneficiará com pouco mais de dois gramas de gordura poliinsaturada quando consumir uma colher de sopa de óleo de amêndoa.

Ácidos graxos poliinsaturados, também chamados de PUFAs, têm um efeito positivo sobre o sistema cardiovascular, então eles são considerados gorduras saudáveis. Tanto amêndoas como óleo de amêndoa ajudam a aumentar a ingestão de PUFA.

A maior parte da gordura no óleo de amêndoa é gordura monoinsaturada. Gorduras monoinsaturadas vêm principalmente de fontes vegetais.

Acredita-se que essas gorduras, também chamadas de MUFAs, aumentam o colesterol HDL ou o colesterol "bom". Especialistas em saúde recomendam que você substitua gorduras menos saudáveis ​​(como gorduras saturadas e gorduras trans) por gorduras monoinsaturadas ou poliinsaturadas. A Academia de Nutrição e Dietética recomenda que 15 a 20% da sua ingestão calórica venha de ácidos graxos monoinsaturados.

Carbs no óleo de amêndoa

Não há carboidratos no óleo de amêndoa. A carga glicêmica estimada do óleo de amêndoa é zero.

Proteína em óleo de amêndoas

Embora as amêndoas forneçam proteína, não há proteína no óleo de amêndoa.

Micronutrientes no óleo de amêndoa

O óleo de amêndoa contribui com a vitamina E para a sua dieta. Você receberá 5,3 miligramas da vitamina ou 26% da sua ingestão diária recomendada quando consumir uma colher de sopa de óleo de amêndoa.

A vitamina E, ou alfa-tocoferol, desempenha um papel importante no metabolismo celular e acredita-se ter benefícios antienvelhecimento. Esta importante vitamina também pode ajudar a proteger contra certas doenças, incluindo câncer, doenças cardiovasculares, catarata e diabetes.

Você também receberá uma pequena quantidade (apenas um micrograma) de vitamina K em uma colher de sopa de óleo de amêndoa. A vitamina K é essencial para as funções de coagulação do sangue.

Benefícios para a saúde

Como o óleo de amêndoa é rico em ácido oleico (gordura monoinsaturada), você obtém benefícios saudáveis ​​para o coração quando o consome. Acredita-se que o ácido oleico reduz o colesterol LDL (também conhecido como colesterol "ruim") para ajudar a diminuir o risco de doenças cardíacas.

É importante notar que muitos dos benefícios para a saúde de comer amêndoas não são obtidos quando se consome óleo de amêndoa. Por exemplo, amêndoas fornecem um rápido aumento de proteína e fibra. Proteínas e fibras ajudam a manter você se sentindo mais completo. Então, se você está tentando alcançar ou manter um peso saudável, amêndoas são muitas vezes consideradas um lanche saudável.

Mas você não terá proteína ou fibra quando consumir óleo de amêndoa.

Perguntas comuns

Para que serve o óleo de amêndoa? 

Além de cozinhar, existem outros usos populares para o óleo de amêndoa doce:

Óleo de amêndoa doce para a pele. O óleo de amêndoa foi usado medicinalmente em comunidades chinesas antigas, ayurvédica e greco-persa para tratar doenças da pele seca, como psoríase e eczema. Óleo de amêndoa doce também é usado por pessoas para reduzir cicatrizes após a cirurgia e suavizar a pele. É considerado seguro e não irritante, por isso é seguro usar por pessoas que têm pele sensível.

Óleo de amêndoa para cabelos. Algumas pessoas usam óleo de amêndoa para queda de cabelo. Não há evidência científica, no entanto, para apoiar este uso. No entanto, você pode usar uma pequena quantidade de amêndoa doce no cabelo para acalmar o frizz e criar uma aparência mais brilhante e suave.

Qual é a melhor maneira de armazenar o óleo de amêndoa?

A maioria dos óleos, especialmente os ricos em ácido oleico, devem ser armazenados em local fresco e seco, longe da luz solar direta.

Dicas de culinária e preparação

A maioria das pessoas usa óleo de amêndoas para tratamentos de pele, cabelo e beleza, mas o óleo pode ser usado na cozinha.

O óleo de amêndoa tem um ponto de inflamação semelhante ao do azeite. O ponto de fulgor, ou ponto de fumar, é a temperatura na qual um óleo começa a fumar. O ponto de fumo do óleo de amêndoa é de cerca de 420 ° F. Você pode usar óleo de amêndoa para aquecer alimentos, mas não é o melhor óleo para cozinhar em altas temperaturas.

O óleo de amêndoa pode ser usado em molhos para salada, marinadas e molhos. Você pode usar óleo de amêndoa em qualquer receita onde você usaria o azeite. No entanto, o óleo de amêndoa não confere o mesmo sabor que o azeite, pelo que pode obter um sabor mais suave quando o utiliza.

Alergias e interações

Se você tem uma alergia a nozes ou especificamente uma alergia a amêndoas, você pode querer evitar o óleo de amêndoas. Alérgenos de amêndoa podem ser contidos no óleo de amêndoa.

De acordo com a Academia Americana de Alergia, Asma e Imunologia  (AAAAI), óleos de nozes podem representar uma ameaça, dependendo do método de fabricação e processamento. Isso inclui o uso tópico do óleo, pois eles podem causar uma reação quando aplicados na pele.

No entanto, os especialistas da AAAAI observam que os casos de reações com óleo de amêndoa são muito raros (nenhum foi citado no site da organização). Mas eles ainda aconselham cautela, afirmando "o fato de que o óleo de amêndoa pode conter alérgenos de amêndoa e, finalmente, o fato de que sabemos sensibilização cutânea pode ocorrer, eu acho que a coisa mais prudente a fazer é evitar óleo de amêndoa completamente se um paciente demonstrou alergia ao óleo de amêndoa".


Fonte, crédito e publicação: Verywellfit.


 

https://aquibelezaesaude.com/ads.txt