https://aquibelezaesaude.com/ads.txt

 


 


Os laxantes são seguros para perda de peso?

Os laxantes são seguros para perda de peso?

16 de agosto de 2019

Os laxantes são um tipo de medicamento que as pessoas usam para aliviar a constipação. Às vezes, pessoas sem constipação tomam laxantes acreditando que essas drogas os ajudarão a perder peso.

O uso de laxantes para perda de peso não é seguro nem efetivo. Existem outras formas mais saudáveis ​​de perder peso e manter um peso corporal desejado.

Neste artigo, é analisado se os laxantes ajudam na perda de peso. Também é discutido a segurança do uso de laxantes para perda de peso, estratégias alternativas de perda de peso e quando consultar um médico.

Os laxantes causam perda de peso?

Os médicos não recomendam laxantes como forma de perder peso. Pesquisas sugerem que, embora algumas pessoas acreditem erroneamente que tomar laxantes evite que o corpo absorva calorias, essa é uma estratégia insegura e ineficaz.

Os laxantes tratam a constipação amolecendo as fezes ou estimulando os movimentos intestinais. As pessoas podem assumir que passar mais fezes levará à perda de peso.

No entanto, embora as pessoas possam se sentir "mais leves" temporariamente, não há evidências que apoiem ​​o uso de laxantes como um método seguro ou eficaz de perda de peso.

Laxantes causam perda de água, não perda de peso

A perda de peso temporária que as pessoas podem experimentar ao tomar laxantes é, na verdade, devido à perda de água. Perder água não é o mesmo que perder gordura corporal.

Muitos laxantes funcionam ajudando o intestino a absorver mais água do corpo ou a manter a água no intestino ao redor das fezes. Esta água amolece as fezes, facilitando a passagem. Também pode causar diarreia, que é muito úmida nas fezes.

Como esta água adicional passa com as fezes, uma pessoa pode pesar menos depois de usar laxantes. No entanto, esse efeito é apenas temporário.

Os laxantes não reduzem a gordura corporal nem promovem a perda de peso a longo prazo. Mesmo em altas doses, os laxantes estimulantes, que estimulam o movimento das fezes através do trato digestivo, têm apenas um "efeito modesto" na absorção de calorias.

Segurança e riscos

Muitos laxantes estão disponíveis ao balcão para o tratamento da constipação. O uso incorreto de laxantes para perda de peso pode causar os seguintes efeitos colaterais:

Diarreia

As pessoas costumam usar laxantes para aliviar a constipação. Se uma pessoa toma laxantes quando não está com prisão de ventre ou os usa com muita frequência, esses medicamentos podem causar diarreia.

Algumas pessoas que costumam usar laxantes podem experimentar diarreia e constipação alternadas.

Desidratação

Os laxantes osmóticos retiram a água do corpo para o intestino para amolecer as fezes. Tomar muitos laxantes osmóticos ou tomá-los com muita frequência pode causar desidratação.

Outras formas de laxantes também podem causar diarreia frequente que leva à desidratação.

Sintomas comuns de desidratação incluem:

Sede;

Tontura;

Fraqueza;

Dores de cabeça;

Diminuição da micção;

Boca seca;

Desequilíbrio eletrolítico.

Tomar laxantes pode resultar em um desequilíbrio eletrolítico. Certos tipos de laxantes podem fazer com que o corpo absorva grandes quantidades de eletrólitos, como sódio e fósforo, do intestino. Alguns laxantes também podem levar a baixos níveis sanguíneos de potássio, magnésio ou cálcio.

Um desequilíbrio eletrolítico pode causar fraqueza e um ritmo cardíaco anormal. Em casos graves, ter um desequilíbrio eletrolítico pode ser fatal.

Função intestinal prejudicada

Alguns laxantes podem estimular os músculos do intestino, ajudando-os a promover o movimento das fezes através dele. Tomar laxantes estimulantes com muita frequência pode causar dependência.

Mais pesquisas são necessárias sobre esse efeito, mas alguns especialistas acreditam que o intestino pode se tornar cada vez mais dependente da estimulação. Como resultado, pode eventualmente parar de transportar alimentos ao longo do trato digestivo por conta própria.

O uso frequente de laxantes também pode irritar o revestimento intestinal, potencialmente colocando a pessoa em risco de ter fezes com sangue.

Quando ver um médico

Atingir e manter um peso saudável pode reduzir os fatores de risco para os principais problemas de saúde, como doenças cardíacas e diabetes tipo 2. No entanto, é vital perder peso de forma segura e sustentável.

Às vezes, tentar perder peso pode afetar adversamente o bem-estar físico e mental de uma pessoa. Tentar abordar uma auto imagem negativa através da perda de peso sem quaisquer estratégias de saúde mental pode piorar as coisas.

Para algumas pessoas, estratégias de perda de peso inadequadas podem evoluir para um distúrbio alimentar. Sinais e sintomas que podem indicar um distúrbio alimentar incluem:

Estar preocupado com a perda de peso;

Estar focado apenas em calorias, teor de gordura ou teor de carboidratos;

Recusar certos tipos de alimentos;

Desenvolver rituais em torno de alimentos;

Pular refeições ou reduzir excessivamente as porções;

Retirar-se das atividades sociais;

Estar excessivamente preocupado com o tamanho do corpo ou forma;

Tendo humor;

Olhar no espelho com frequência de uma forma crítica;

Perder ou ganhar peso rapidamente;

Ter problemas gastrointestinais frequentes;

Ter dificuldade em se concentrar;

Sentir-se frio o tempo todo;

Ter problemas para dormir;

Desenvolvimento de pele seca ou fina ou cabelo;

Desmaio ou sentir-se tonto.

É possível ter alguns desses sintomas sem ter um distúrbio alimentar. No entanto, qualquer pessoa preocupada que eles ou alguém que conheçam possa ter um distúrbio alimentar deve falar com um médico.

Estratégias seguras de perda de peso

Tomar laxantes para perda de peso não é uma estratégia segura. Para a maioria das pessoas, dietas drásticas e restritivas não funcionam a longo prazo.

Fazer mudanças sustentáveis ​​no estilo de vida é a maneira mais eficaz de atingir um peso saudável. Esses incluem:

Comer uma dieta nutritiva e equilibrada que consiste principalmente em alimentos integrais.

Aumentar a atividade física a cada dia.

Fazer exercícios regulares.

Praticar o autocuidado para melhorar a imagem corporal.

Atividades de autocuidado podem incluir:

Ioga;

Meditação;

Atenção plena;

Terapia de conversa;

Terapia cognitiva comportamental.

Qualquer um que pense que pode precisar perder peso pode descobrir por um médico se isso é necessário para sua saúde. O médico pode aconselhar uma pessoa sobre qual é a melhor faixa de peso para eles. Esse intervalo dependerá de sua altura e tipo de corpo, entre outros fatores.

Resumo

O uso de laxantes para perda de peso não é seguro nem efetivo. Se uma pessoa pesa menos depois de tomar laxantes, é provável que isso se deva à perda de água.

A perda de água pelo uso de laxantes é temporária e não é o mesmo que perder gordura corporal. Os laxantes não reduzem o peso corporal a longo prazo.

Os laxantes têm vários efeitos colaterais em potencial, incluindo diarreia e desidratação.

Comer uma dieta nutritiva e se exercitar regularmente pode ajudar a pessoa a atingir o peso desejado. No entanto, eles devem falar com um médico sobre se a perda de peso é necessária para a sua saúde antes de iniciar uma nova dieta ou regime de exercícios.

A perda de peso só é benéfica para o bem-estar de uma pessoa quando é necessária, e é feita com segurança. Qualquer pessoa que tenha problemas com sua imagem corporal deve buscar o apoio de um médico, que pode ajudá-lo a acessar o suporte correto.


Informações adicionais

Autor da matéria: Lana Burgess.
Avaliado por: Stacy Sampson, DO.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Esclarecimentos: toda a autoria da matéria pertence a Lana Burgess. A matéria foi avaliada por Stacy Sampson, DO e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler também a matéria completa do autor Lana Burgess conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português.