Caro visitante, novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço do site o conteúdo é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


 


O que causa urina turva?

O que causa urina turva?

14 de maio de 2019

A urina turva pode ser inquietante, especialmente quando a pessoa não conhece a causa. Às vezes, isso pode indicar um problema no trato urinário, como desidratação ou infecção do trato urinário, ou pode indicar problemas renais.

Cada causa subjacente de urina turva tem sintomas adicionais, o que pode ajudar um médico a fazer um diagnóstico.

Neste artigo, aprenda sobre as possíveis causas da urina turva, bem como sobre como tratá-las.

Causas

Causas de urina turva podem incluir:

1) Desidratação

A urina turva, especialmente se estiver escura, pode indicar que uma pessoa não está consumindo líquidos suficientes.

Pessoas muito jovens ou muito velhas têm um risco maior de desidratação. Além disso, qualquer pessoa que esteja lutando contra uma doença que cause diarréia, vômito ou febre precisará beber mais líquidos.

Aqueles que fazem exercícios extenuantes ou trabalho físico durante os dias quentes também podem ter um risco maior de desidratação se não estiverem bebendo água suficiente.

A desidratação pode causar urina turva em algumas pessoas, assim como outros sintomas, incluindo:

■ Urina amarela ou laranja escura;

■ Fadiga;

■ Confusão ou dificuldade de concentração;

■ Tontura;

■ Boca seca e sensação de sede intensa;

■ Olhos secos;

■ Micção menos frequente.

■ Olhos secos;

■ Micção menos frequente.

A desidratação grave pode causar sintomas mais graves, incluindo desorientação, perda de consciência ou fezes com sangue. Procure atendimento médico de emergência para desidratação grave.

2) Infecção do trato urinário (ITU)

Uma ITU é outra causa mais comum de urina turva ou leitosa. Se a urina cheira particularmente, uma pessoa pode ter uma infecção.

A aparência turva normalmente vem da descarga de pus ou sangue no trato urinário. Também pode ser um acúmulo de células brancas do sangue, enquanto o corpo tenta eliminar as bactérias invasoras.

As ITUs podem acontecer em qualquer pessoa, mas são muito mais comuns em mulheres, de acordo com o Escritório de Saúde da Mulher dos Estados Unidos.

Juntamente com a urina turva, uma UTI pode causar outros sintomas, como:

■ Uma necessidade constante de urinar;

■ Dificuldade em urinar grandes quantidades ou esvaziar a bexiga;

■ Dor ardente ao urinar;

■ Urina fétida;

■ Dor na pélvis, abdômen inferior ou parte inferior das costas.

Qualquer pessoa que tenha esses sintomas deve consultar um médico para diagnóstico e tratamento. Tratar uma ITU cedo pode ajudar a aliviar o desconforto e prevenir complicações.

3) Infecção renal

Muitas infecções renais começam como UTIs, que se espalham devido à falta de tratamento efetivo e pioram com o tempo.

Infecções renais causam sintomas semelhantes às infecções do trato urinário e também podem causar sintomas adicionais, tais como:

■ Uma febre;

■ Arrepios;

■ Cólicas;

■ Fadiga;

■ Náusea e vomito;

■ Dor nas costas, no lado ou na virilha;

■ Urina escura, com sangue ou com mau cheiro.

Infecções renais requerem tratamento médico imediato. Sem tratamento imediato, esse tipo de infecção pode levar a danos permanentes nos rins.

4) Infecção sexualmente transmissível (IST)

De acordo com o Escritório de Saúde da Mulher, cerca de 20 milhões de pessoas nos EUA recebem uma IST todos os anos.

Algumas DSTs comuns, como gonorréia e clamídia, podem causar urina turva. A gonorréia e a clamídia estimulam o sistema imunológico a reagir e produzir glóbulos brancos, que podem se misturar à urina e apresentar uma aparência turva.

Essas ISTs também podem causar corrimento incomum da vagina ou do pênis. Outros sinais de uma IST incluem:

■ Coceira dos genitais ou da pelve;

■ Dor inexplicável nos genitais;

■Dor durante ou depois do sexo;

■ Dor ou ardor durante a micção ou ejaculação;

■ Erupções cutâneas, bolhas ou outras feridas nos genitais.

Testes regulares para DSTs podem ajudar a pessoa a receber um diagnóstico precoce e a receber tratamento. Usar proteção durante a atividade sexual também pode ajudar a prevenir a disseminação de DSTs.

5) Vulvovaginite

A vulvovaginite é uma inflamação na vulva e na vagina e pode levar à urina turva.

As infecções bacterianas são a causa mais comum de vulvovaginite, embora a infecção também possa resultar de vírus ou fungos.

Em alguns casos, o corpo pode reagir a ingredientes em sabões, detergentes, amaciantes de tecidos ou outros produtos.

Essas reações podem causar inflamação na vulva e vagina sem a presença de infecção.

Outros sinais de vulvovaginite incluem:

■ Coceira ao redor da vulva;

■ Corrimento vaginal fétido;

■ Descarga fina, pálida e aquosa;

■ Descarga descolorada que se assemelha a queijo cottage;

■ Um odor de peixe que piora depois do sexo;

■ Dor ao urinar.

Um médico vai querer determinar se a infecção é bacteriana, fúngica ou viral antes de avançar com o tratamento.

6) Prostatite

Uma próstata inflamada, ou prostatite, também pode ser a causa da urina turva. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA afirma que a prostatite afeta entre 10 e 15% dos homens nos Estados Unidos. Normalmente aparece devido a uma infecção na próstata.

Outros sintomas de prostatite incluem:

■ Ejaculação dolorosa;

■ Dor ou sensação de queimação ao urinar;

■ Uma necessidade frequente de urinar;

■ Sangue na urina;

■ Dor abdominal;

■ Dor na parte inferior da pelve, genitais ou períneo.

7) Cálculos renais

Os cálculos renais também podem causar urina turva. Eles se desenvolvem a partir do acúmulo de certos minerais no corpo.

Pequenas pedras podem passar sem incidentes, mas pedras maiores podem bloquear o trato urinário e causar uma infecção, o que poderia levar a pus na urina, dando-lhe uma aparência turva.

Um sintoma comum de pedras nos rins é a dor severa abaixo das costelas, geralmente perto do lado ou parte inferior das costas. A dor também pode ocorrer na virilha e irradiar para o baixo ventre ou parte inferior das costas.

Outros sintomas de pedras nos rins incluem:

■ Febre;

■ Arrepios;

■ Dor ao urinar;

■ Listras marrons, vermelhas ou cor-de-rosa na urina;

■ Urina fétida.

Algumas pedras nos rins não requerem tratamento. No entanto, quem pensa que pode ter pedras nos rins deve consultar um médico para um diagnóstico.

8) Dieta

Em alguns casos, a dieta de uma pessoa pode fazer com que sua urina fique turva. Qualquer pessoa que consuma quantidades elevadas de vitamina D ou fósforo pode notar urina turva à medida que seus rins filtram o excesso de fósforo de seu corpo.

Os EUA National Kidney Foundation afirmam que alimentos ricos em proteínas, como carne, feijão e laticínios, podem ser mais ricos em fósforo.

9) Diabetes ou danos nos rins causados ​​por diabetes

Às vezes, diabetes ou doença renal diabética é a causa subjacente da urina turva. O corpo pode estar tentando remover o excesso de açúcares que não pode processar enviando-os pela urina.

Outros sinais de diabetes podem incluir questões como:

■ Sede prolongada, mesmo depois de beber;

■ Fadiga;

■ Perda de peso;

■ Uma necessidade frequente de urinar;

■ Infecções frequentes;

■ Dificuldade em curar de feridas simples;

■ Não tratados, os problemas do diabetes podem levar à insuficiência renal.

Quem tem diabetes ou experimenta esses sintomas deve conversar com seu médico, que pode verificar se há sinais de danos nos rins.

Diagnóstico

Se a urina turva acompanha outros sintomas, procure um médico para um diagnóstico. O médico pode pedir uma amostra de urina, a qual eles testarão para infecções. Eles também podem testar STIs comuns.

Dependendo dos sintomas de uma pessoa, o médico também pode recomendar exames de sangue para verificar sinais de danos nos rins.

Tratamento

O tratamento para a urina turva dependerá da causa subjacente. Os tratamentos típicos para cada edição incluem:

Desidratação: o tratamento da desidratação pode ser tão simples quanto beber mais líquidos e ingerir alimentos ricos em líquidos. A desidratação grave pode exigir hospitalização, no entanto.

ITUs: a maioria das ITUs responde bem a uma rodada de antibióticos. Em casos mais graves, a pessoa pode precisar receber esses medicamentos por via intravenosa e, em seguida, por via oral.

ISTs: o tratamento dependerá do tipo de IST. Infecções como gonorreia e sífilis geralmente respondem bem aos antibióticos.

Pedras nos rins: muitas pedras passam naturalmente. Um médico pode prescrever medicação para a dor se as pedras forem muito dolorosas. Para cálculos maiores, o médico pode prescrever medicamentos ou terapia por ondas de choque para quebrá-los em pedaços passíveis. Pedras muito grandes podem requerer cirurgia.

Vulvovaginite: o médico pode recomendar antibiótico, antifúngico ou antiviral para tratar a vulvovaginite e esclarecer os sintomas.

Prostatite: a prostatite pode melhorar sem tratamento. Se as bactérias estão causando a infecção, os antibióticos podem ajudar a tratar os sintomas. Para casos crônicos, os médicos podem recomendar medicamentos para controlar os sintomas.

Diabetes: Problemas renais decorrentes do diabetes podem exigir exames de urina frequentes para verificar se há danos no rim. Uma pessoa também exigirá tratamento para o diabetes subjacente.

Resumo

A urina turva pode resultar de uma variedade de condições comuns, como UTIs e desidratação leve. Nos casos que ocorrem com outros sintomas, o diagnóstico e o tratamento precoces são fundamentais para evitar complicações.

Tome nota de quaisquer outros sintomas que apareçam e compartilhe-os com o médico. Isso pode determinar o diagnóstico e o tratamento adequado.

Ao trabalhar com um médico e seguir suas instruções, a maioria das pessoas pode esclarecer a causa subjacente da urina turva.

Autor da matéria: Jon Johnson.
Avaliado por: J. Keith Fisher, MD.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Jon Johnson. A matéria foi avaliada por J. Keith Fisher, MD e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler também a matéria completa do autor Jon Johnson conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 14/05/2019.