https://aquibelezaesaude.com/ads.txt

 


 


O que causa dor no pênis?

O que causa dor no pênis?

09 de setembro de 2019

Muitas condições podem causar dor no pênis e podem variar de leve a grave. A dor pode ocorrer em repouso, durante a atividade sexual ou ao urinar.

Enquanto uma pessoa pode às vezes obter alívio da dor do pênis em casa, algumas causas subjacentes podem precisar de tratamento médico.

Este artigo analisa as possíveis causas da dor no pênis, bem como os sintomas adicionais e as opções de tratamento para cada um.

As causas da dor no pênis incluem:

Doença de Peyronie

A doença de Peyronie ocorre quando o tecido cicatricial cria uma placa que se acumula na parte superior ou inferior do pênis.

A causa da doença de Peyronie ainda não está clara, mas os médicos acreditam que seja resultado de cicatrizes no pênis. A cicatrização pode ser devida a uma doença auto-imune ou a uma lesão grave ou repetida no pênis.

Os sintomas da doença de Peyronie incluem:

Disfunção erétil ou dor durante uma ereção;

Dor durante o sexo;

Uma curva no pênis;

Protuberâncias na lateral do pênis;

O pênis se tornando mais estreito ou mais curto que o normal.

Uma pessoa deve consultar um médico se notar algum desses sintomas. Às vezes, a doença de Peyronie pode desaparecer sem tratamento. Outras pessoas com doença de Peyronie podem exigir:

Medicação oral;

Medicamento injetado na placa;

Ultrassom ou radioterapia para romper o tecido cicatricial e reduzir a placa bacteriana;

Terapia por ondas de choque, que usa ondas de eletrochoque para romper o tecido cicatricial e reduzir a placa;

Se os sintomas forem graves e não melhorarem, uma pessoa pode precisar de cirurgia.

Balanite

Balanite refere-se a quando a cabeça do pênis fica inflamada. Essa inflamação pode ocorrer em pessoas que não tiveram a circuncisão, especialmente se elas não lavarem ou secarem a área sob o prepúcio adequadamente.

Outras causas de balanite podem incluir:

Usar sabão forte ou produtos químicos no pênis;

Diabetes;

Obesidade.

Os sintomas da balanite incluem:

Uma erupção cutânea;

Descarga;

Inchaço;

Comichão;

Sensibilidade ou dor.

Se uma pessoa não procura tratamento para a balanite, pode causar fimose, em que o prepúcio fica muito apertado para se afastar da cabeça do pênis.

As opções de tratamento para a balanite incluem:

Pomada antibiótica, antifúngica ou anti-séptica tópica;

Esteróides tópicos;

Uma solução adstringente tópica.

Priapismo

O priapismo causa uma ereção prolongada sem qualquer estímulo sexual. Pode ser muito doloroso.

Em alguns casos, a causa é desconhecida. Em outros casos, no entanto, o priapismo pode ser resultado de outras condições. Essas condições podem incluir trauma nos órgãos genitais ou medula espinhal, doença das células falciformes ou condições de saúde pélvica.

O priapismo pode ser uma condição médica séria, e as pessoas devem procurar ajuda médica se tiverem uma ereção prolongada e dolorosa sem estimulação sexual ou uma ereção que dure mais de 4 horas.

Uma pessoa pode tentar tomar um banho frio, aplicar uma bolsa de gelo ou subir escadas para aliviar a ereção primeiro.

O tratamento médico pode incluir:

Analgésicos, como opiáceos;

Injetar medicação no pênis para permitir a circulação sanguínea normal;

Criar um pequeno orifício ou passagem, chamado shunt, para permitir o fluxo sanguíneo normal entre o pênis e o resto do corpo.

Infecções sexualmente transmissíveis

As pessoas podem sentir dor no pênis devido a uma infecção sexualmente transmissível (DST).

Os sintomas de uma IST podem incluir:

Ejaculação dolorosa;

Descarga amarela, branca ou clara;

Protuberâncias em torno dos órgãos genitais;

Dor ou sensação de queimação ao urinar;

Dor durante o sexo;

Erupção cutânea ou coceira.

O tratamento para DSTs pode incluir:

Antibióticos para DSTs bacterianas, como clamídia, gonorréia e sífilis;

Medicamentos para tratar sintomas de DST virais, como herpes.

Infecções do trato urinário

Se as bactérias entram no trato urinário, podem causar uma infecção do trato urinário (ITU). Eles são mais comuns em mulheres, mas também podem afetar homens. Geralmente, essas infecções são bastante comuns.

Além da dor no pênis, os sintomas de uma ITU em homens podem incluir:

Dor ou sensação de queimação ao urinar;

Sentindo a necessidade de urinar quando a bexiga está vazia;

Um desejo frequente de urinar;

Sangue na urina;

Um médico geralmente prescreve antibióticos para tratar uma ITU.

Prostatite

A prostatite é uma inflamação da próstata, que pode causar dor no pênis e na região pélvica. Infecções bacterianas, inflamação dos nervos e lesões podem causar prostatite.

Os sintomas da prostatite incluem:

Dificuldade em urinar;

Dor ou queimação ao urinar;

Dor no pênis, testículos ou bexiga;

Ejaculação dolorosa.

As pessoas podem tomar antibióticos para tratar a prostatite. Medicamentos para alívio da dor, massagem na próstata e compressas quentes também podem ajudar a aliviar os sintomas.

Uretrite

Uretrite é a inflamação da uretra, que é o tubo que transporta a urina da bexiga através do pênis.

As causas da uretrite incluem:

✓ Bactérias;

Vírus;

Prejuízo;

Reação a espermicidas ou loções contraceptivas.

Os sintomas podem incluir:

Um pênis com coceira, sensibilidade ou inchaço;

Um desejo frequente de urinar;

Sensação de queimação ao urinar;

Pequenas saliências na região da virilha;

Dor durante o sexo ou ejaculação;

Um médico geralmente prescreve antibióticos para tratar a uretrite.

Fimose

A fimose ocorre quando o prepúcio aperta tanto que é muito apertado para recuar. É comum em crianças pequenas antes que o prepúcio se solte, mas também pode causar sintomas dolorosos em adolescentes e adultos.

O tratamento para fimose geralmente inclui a aplicação de um creme esteróide no prepúcio diariamente. Tomar analgésicos também pode ajudar.

Parafimose

A parafimose é uma condição na qual as pessoas são incapazes de puxar o prepúcio para frente sobre a ponta do pênis. Parafimose é uma condição séria que requer atenção médica imediata.

Sintomas adicionais incluem:

Dor no pênis;

Inchaço na ponta do pênis;

A cabeça do pênis fica com uma cor diferente, como azul ou vermelho.

O tratamento da parafimose envolve a redução do inchaço na ponta do pênis para permitir que o prepúcio retorne à posição correta.

Se os médicos não puderem fazer isso, eles podem fazer uma pequena incisão para reduzir o inchaço. Em alguns casos, as pessoas podem precisar de uma circuncisão.

Fratura peniana

Uma fratura peniana ocorre quando um pênis ereto é dobrado, fazendo com que parte dele se rasgue. Tecnicamente, não é uma fratura, pois não há ossos no pênis.

As fraturas penianas são mais prováveis de acontecer durante o sexo.

Os sintomas de uma fratura peniana incluem:

Um som de estalo;

Perda repentina de ereção;

Hematomas e inchaço do pênis;

Sangramento do pênis;

Sangue na urina;

Dor;

Dificuldade em urinar.

Qualquer pessoa com fratura peniana precisa de atendimento médico de emergência. Eles podem precisar de cirurgia para drenar um acúmulo de sangue e reparar qualquer dano ao pênis.

Câncer peniano

Às vezes, a dor no pênis pode ser um sintoma de câncer no pênis, embora seja mais provável que seja resultado de outra condição.

As pessoas devem consultar o médico se perceber algum dos seguintes sintomas:

Alterações na cor ou espessura da pele do pênis;

Um caroço ou inchaços no pênis;

Úlceras hemorrágicas;

Sangramento ou secreção sob o prepúcio;

Inchaço na cabeça do pênis;

Caroços sob a pele na região da virilha.

O tratamento do câncer de pênis pode incluir:

Cirurgia para remover tumores no pênis;

Circuncisão para remover o prepúcio;

Terapia de radiação para destruir células cancerígenas.

Quimioterapia

Sumário

Muitas condições diferentes podem causar dor no pênis. Um médico pode ajudar a identificar a causa da dor, discutindo os outros sintomas de uma pessoa.

As pessoas podem reduzir o risco de desenvolver uma condição de saúde peniana por:

Manter um estilo de vida saudável;

Manter uma boa higiene pessoal;

Usar camisinha durante o sexo.

Se uma pessoa sentir dor persistente ou intensa no pênis, deve falar com um médico.


Informações adicionais

Autor da matéria: Beth Sissons.
Avaliado por: Elaine K. Luo, MD.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Esclarecimentos: toda a autoria da matéria pertence a Beth Sissons. A matéria foi avaliada por Elaine K. Luo, MD e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler também a matéria completa do autor Beth Sissons conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está no idioma local, mas, você pode traduzir a página para o português.