https://aquibelezaesaude.com/ads.txt

 


 


Cuidados com a pele negra: 5 principais dicas

Cuidados com a pele negra: 5 principais dicas

18 de junho de 2019

A pele de todos é diferente e pode se beneficiar de uma rotina de cuidados personalizada. A pele negra contém mais melanina do que a pele mais clara. As células produtoras de melanina podem ser mais suscetíveis aos efeitos da inflamação e da lesão, que podem ser mais perceptíveis na pele escura do que na pele clara.

Diferentes rotinas de cuidados com a pele beneficiam diferentes cores da pele, de acordo com a American Academy of Dermatology (AAD). Isto é devido a variações na estrutura e função da pele.

Algumas condições que as pessoas com pele negra podem experimentar incluem:

 Acne, que inclui espinhas e cravos;

Mudanças na pigmentação, que causam áreas de descoloração;

Dermatite de contato, ou inflamação que ocorre por contato com um irritante ou alérgeno;

Eczema, uma condição da pele que provoca coceira, pele seca e rachada;

Dermatite seborréica, que aparece como manchas escamosas no couro cabeludo e face.

Neste artigo, cinco dicas para cuidar da pele negra.

1) Limpe e hidrate diariamente

Para manter a pele brilhante e macia, é melhor limpá-la e hidratá-la diariamente, de preferência logo após o banho.

Use um limpador suave que não obstrua os poros. Pode valer a pena procurar por um que afirme ser "não-comedogênico".

Massageie o limpador na pele com as pontas dos dedos limpas, depois lave-o com água morna (não quente) e seque com uma toalha limpa.

Algumas pesquisas sugerem que a pele negra perde a umidade mais rapidamente do que alguns tons de pele mais claros.

Para evitar isso, e para evitar que a pele pareça cinza, aplique um hidratante diário que contenha umectantes, como glicerina ou ácido hialurônico. Os umectantes retêm a umidade na pele.

As pessoas podem comprar hidratantes contendo glicerina ou ácido hialurônico on-line.

Um hidratante altamente eficaz é vaselina. No entanto, as pessoas devem tomar cuidado ao aplicar produtos grossos como este no rosto, pois podem causar acne. Certifique-se de que eles não são comedogênicos antes de aplicar.

Evite hidratantes com fragrâncias, pois podem irritar a pele de algumas pessoas. Hidratantes que incluem cremes ou pomadas são preferíveis a loções.

Não use bucha ou outro produto esfoliante semelhante na pele. Além disso, evite esfregões abrasivos.

2) Use sempre protetor solar

Um dos maiores mitos sobre a pele negra é que ela não queima, e que os negros não precisam usar protetor solar. Isso não é verdade e todos devem usar proteção solar adequada.

Embora as pessoas com pele negra tenham menos probabilidade de ter câncer de pele devido à exposição solar, elas são mais propensas a morrer da doença se ela se desenvolver. Isso pode ser porque é mais difícil notar e diagnosticar.

A exposição solar também pode causar manchas escuras, como as típicas do melasma, que se desenvolvem na pele negra. Também pode tornar os pontos existentes mais escuros.

A AAD recomenda o uso de um filtro solar à prova d'água com um fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30 que proteja contra os raios ultravioleta (UV) A e UVB. Isso é chamado de proteção de amplo espectro.

As pessoas devem aplicar protetor solar durante todo o ano em todas as áreas de pele exposta, mesmo em dias nublados, quando na sombra e no inverno.

Muitos hidratantes regulares contêm SPF, incluindo hidratantes faciais. A proteção solar é especialmente importante no rosto, já que muitas vezes é a única parte da pele que recebe exposição solar durante todo o ano.

Cremes faciais com FPS estão disponíveis em farmácias, drogarias e on-line.

As pessoas também podem usar roupas especiais para proteção solar extra. Uma gama de roupas com fator de proteção UV está disponível on-line.

3) Considere tratamentos para hiperpigmentação

Hiperpigmentação, ou áreas de descoloração da pele, podem afetar pessoas com qualquer tom de pele.

Embora o protetor solar possa impedir o surgimento de novas manchas de hiperpigmentação, ele não elimina os pontos escuros existentes. Dito isto, pode impedir que pontos escuros existentes fiquem mais escuros.

Para reduzir a aparência de pontos escuros existentes, as pessoas podem usar um produto especializado. Estes geralmente incluem ingredientes como:

Retinóides: A diferença tópica sem prescrição e os produtos à base de prescrição, como a tretinoína, podem ser úteis.

Hidroquinona: Produtos contendo hidroquinona param a produção de excesso de melanina, o que causa manchas escuras.

Ácido kójico: Este é outro clareador de pele que pode reduzir manchas escuras, mas pode ser menos eficaz.

Vitamina C: Algumas pesquisas sugerem que a vitamina C, um antioxidante, pode reduzir a hiperpigmentação, proteger contra danos causados ​​pelo sol e aumentar os níveis de colágeno. No entanto, a vitamina C tem uma fraca capacidade de penetrar na pele, pelo que é necessária mais investigação sobre a sua eficácia para estes fins.

As pessoas devem usar esses produtos - especialmente hidroquinona e ácido kójico - com cautela, pois o uso excessivo pode irritar a pele.

É importante não usar hidroquinona por longos períodos de tempo. Apontar para uma pausa após 3 meses de uso contínuo.

Após longos períodos de uso, a hidroquinona pode resultar em escurecimento da pele. Isso faz parte de uma condição chamada ocronose exógena.

Dermatologistas podem recomendar um produto de combinação que combina vários produtos em um que as pessoas possam usar em sua pele.

4) Tratar acne cedo

Tratar acne precoce pode impedir que a condição se agrave. Também pode prevenir a formação de manchas escuras na pele, que é parte de uma condição chamada hiperpigmentação pós-inflamatória. Essas manchas não são cicatrizes.

Estabelecer uma rotina diária suave de cuidados com a pele pode ajudar a parar a acne, assim como a utilização de produtos não-comedogênicos e isentos de óleo.

As pessoas também devem tentar evitar substâncias irritantes, como detergentes de roupas perfumadas e produtos de pele com perfumes pesados. É importante para uma pessoa ver um dermatologista para aprender sobre os produtos que podem ser apropriados para seu tipo específico de acne.

5) Coma uma dieta equilibrada

Um bom cuidado da pele começa do lado de dentro. Para dar à pele os nutrientes de que precisa para se formar e se regenerar, coma uma dieta saudável rica em:

Frutas e vegetais;

Grãos integrais;

Fontes de proteína magra, como peixe, ovos, legumes e tofu;

Gorduras saudáveis, incluindo nozes, abacate e azeite.

Evitar alimentos processados ​​e cheios de açúcar e limitar a ingestão de álcool também pode ajudar a melhorar a saúde da pele. O álcool pode tornar certas condições da pele, como psoríase, pior.

Pessoas com problemas de pele, como acne ou eczema, devem falar com um dermatologista para determinar se existem alimentos que possam piorar os sintomas.

Resumo

Estabelecer uma boa rotina de cuidados com a pele pode ajudar a manter a pele negra brilhante, flexível e clara.

Além de realizar uma rotina diária suave e adotar uma dieta saudável, as pessoas com pele negra devem evitar o uso de produtos que contenham produtos químicos e fragrâncias.

Problemas específicos da pele, como acne e manchas escuras, se beneficiam do tratamento rápido e de técnicas preventivas.

Para evitar a formação e agravamento de manchas escuras e problemas de saúde mais graves, como o câncer de pele, os especialistas recomendam que todos usem protetor solar com um FPS de 30 ou mais todos os dias.

Crédito

Autor da matéria: Jayne Leonard.
Avaliado por: Owen Kramer, MD.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Jayne Leonard. A matéria foi avaliada por Owen Kramer, MD e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler também a matéria completa do autor Jayne Leonard conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. Artigo | 18 de junho de 2019.