Se você joga jogos no seu tempo livre, por que não receber por isso? Faça seu cadastro aqui, e é só começar a jogar e ganhar!


 


 


Como as infecções por leveduras são diagnosticadas

Como as infecções por leveduras são diagnosticadas

17 de maio de 2019

Diagnosticar infecções fúngicas é melhor feito por um médico. O teste padrão envolve um exame físico - ele procura por uma descarga branca irregular e um pH vaginal relativamente baixo. No entanto, essa descarga por si só não é suficiente para diagnosticar uma infecção por fungos vaginal. O médico também deve determinar se há levedura presente nas secreções vaginais.

Infecções fúngicas afetarão até três quartos das mulheres em algum momento durante suas vidas. Essas infecções comuns tendem a ser frustrantes de se lidar. Eles podem não ter sérias consequências para a saúde a longo prazo, mas são desconfortáveis. Eles também podem levar a depressão e sentimentos de baixa auto-estima em pessoas que experimentam uma infecção por fungos após o outro, portanto, um bom diagnóstico e tratamento são recomendados.

Auto verificações ou testes em casa

Testes domiciliares comercialmente disponíveis para infecções fúngicas não são testes para infecções fúngicas. Em vez disso, eles são testes para determinar se o pH vaginal é anormal.

Uma vez que a vaginose bacteriana é mais frequentemente associada a um alto pH vaginal, esses testes podem sugerir se um diagnóstico de levedura ou BV é mais provável de ser preciso. No entanto, esses testes não estão realmente procurando levedura diretamente, e eles podem estar incorretos.

As pessoas não devem confiar em testes comerciais para iniciar o tratamento de infecção por levedura em casa, a menos que sintomas similares tenham sido previamente diagnosticados como levedura por um médico.

Laboratórios e testes

O teste padrão para uma infecção por fungos é olhar para um esfregaço vaginal sob um microscópio. A levedura é muito fácil de identificar visualmente nessas amostras.

O esfregaço vaginal pode ser tomado pelo médico. Ele também pode ser tomado pelo paciente, e os auto-esfregaços mostraram ser igualmente eficazes no diagnóstico de infecções fúngicas. O cotonete é simples e indolor, e você receberá instruções sobre como obtê-lo.

Nota: este tipo de auto-difamação é diferente de um teste caseiro para levedura. O esfregaço é tomado pelo paciente, mas o médico ainda o observa sob um microscópio.

Para infecções recorrentes

Quando uma mulher tem infecções fúngicas recorrentes ou sintomas complicados, outros testes estão disponíveis. O médico pode tentar recolher o fluido vaginal e aumentar o fermento desse fluido. Isso permite que o médico identifique o tipo específico de levedura que está causando a infecção. Isso pode facilitar a escolha de um tratamento adequado. Muitas vezes, infecções que não são curáveis ​​através de tratamentos padrão são causadas por tipos menos comuns de levedura.

Testes de alta tecnologia

Existem testes de alta tecnologia para infecções fúngicas. Esses testes não são usados ​​com muita frequência. Eles usam a tecnologia para procurar leveduras em amostras de fluidos.

Tal como acontece com os testes de urina para outras doenças sexualmente transmissíveis, os testes moleculares podem encontrar quantidades muito pequenas de levedura. Infelizmente, isso é menos útil para uma infecção por fungos do que a clamídia ou a gonorréia. Por quê? porque a maioria das mulheres tem alguma levedura presente em seus corpos o tempo todo.

Apenas ter fermento na vagina não é necessariamente um problema. É apenas um problema quando o fermento cresce demais. Ainda assim, ao longo do tempo, é provável que mais e mais testes vaginais passem para esses métodos moleculares. Sua facilidade de uso, combinada com a necessidade de apenas um pequeno tamanho de amostra, os torna muito atraentes.

Diagnósticos diferenciais

Um certo número de condições de saúde vaginal têm sintomas muito semelhantes. Como tal, sem testes, pode ser muito difícil dizer se alguém está sofrendo de uma infecção por levedura, vaginose bacteriana, tricomoníase ou mesmo outra DST bacteriana.

Felizmente, qualquer que seja a condição que esteja causando os sintomas comuns de todas essas infecções - coceira, dor durante a micção, alterações no corrimento vaginal - provavelmente é facilmente tratável. No entanto, isso só é verdade se o tratamento estiver correto. É por isso que o teste é tão importante. Sem testes, é difícil saber se você está recebendo a medicação correta para curar você.


Fonte, crédito e publicação: Verywellmind.


 

https://aquibelezaesaude.com/ads.txt