Caro visitante, novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço do site o conteúdo é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


 


A dieta alcalina realmente funciona?

A dieta alcalina realmente funciona?

Algumas pessoas relatam que a dieta alcalina eleva o pH do corpo para torná-lo menos ácido e mais alcalino. Os defensores da dieta dizem que isso promove perda de peso e combate doenças. No entanto, não há provas para provar isso.

Algumas pesquisas sugerem que seguir uma dieta alcalina pode melhorar a saúde de pessoas com doença renal. No entanto, não consegue isso alterando o pH do sangue.

Em vez disso, a dieta alcalina encoraja as pessoas a comerem mais frutas e vegetais e menos carnes processadas e produtos lácteos com alto teor de gordura. Por esse motivo, a dieta alcalina ainda pode melhorar a saúde.

Um punhado de estudos mostra também que comer alimentos com baixo teor de ácido melhora a saúde, mesmo que não aumente o pH do sangue.

Neste artigo, é observado as alegações em torno da dieta alcalina, se elas são verdadeiras e como os alimentos da dieta alcalina podem melhorar a saúde.

Funciona?

O que muitas pessoas acreditam ser o principal benefício da dieta alcalina é falso.

A dieta alcalina promove a falsa ideia de que é possível alterar o pH do sangue com a dieta. Isso não é verdade, e grandes mudanças no pH do sangue podem até ser fatais.

É possível alterar o pH da urina e saliva com dieta. No entanto, quando o pH desses fluidos muda, o pH do sangue permanece o mesmo.

Alcalinidade significa que algo tem um pH superior a 7. O corpo humano é naturalmente ligeiramente alcalino, com um pH no sangue de cerca de 7,4.

O estômago é ácido, o que permite digerir os alimentos. O pH da saliva e da urina muda dependendo da dieta, do metabolismo e de outros fatores.

Algumas pesquisas mostram que as células cancerígenas crescem mais rapidamente em um ambiente ácido. Com base nesta pesquisa, os defensores da dieta alcalina argumentam que um pH elevado no sangue poderia prevenir o câncer.

Estudos sobre alcalinidade e câncer, no entanto, tipicamente envolveram células cancerígenas em uma placa de Petri e não em um corpo humano.

Os alimentos que as pessoas comem nesta dieta podem, no entanto, ajudar a manter um peso corporal saudável. Isso pode ajudar a evitar problemas de saúde relacionados ao peso, como diabetes.

Pesquisa sobre a dieta alcalina

Nenhuma pesquisa mostrou que a dieta alcalina pode elevar o pH do sangue.

No entanto, algumas pesquisas sugerem que uma dieta alcalina pode melhorar a saúde, embora não da maneira que seus defensores afirmam. As dietas alcalinas reduzem o consumo de carne gordurosa e processada e estimulam as pessoas a ingerir mais frutas e verduras. Isso oferece vários benefícios para a saúde.

Aqui estão alguns dos benefícios que os adeptos da dieta alcalina podem reivindicar, e a pesquisa científica os apoiando ou refutando:

Promovendo a perda de peso

Muitas estratégias podem ajudar as pessoas a perder peso.

Em última análise, a perda de peso depende de consumir menos calorias do que uma queima. Dietas com baixo teor de gordura e calorias podem promover perda de peso, mas somente quando uma pessoa permanece fisicamente ativa e come uma dieta saudável com variedade.

Uma dieta alcalina tende a ser baixa em calorias, por isso pode ajudar as pessoas a perder peso.

Melhorando a saúde renal

Aumentar o pH da urina pode melhorar a saúde de algumas pessoas.

De acordo com um estudo de 2017, a dieta típica das pessoas nos Estados Unidos é muito ácida. Isso pode desafiar os rins. Para pessoas com doença renal, uma dieta com baixo teor de ácido pode melhorar os sintomas ou até retardar o curso da doença.

Para a maioria das pessoas com doença renal crônica, não há necessidade de seguir uma dieta alcalina específica. Em vez disso, simplesmente reduzir as proteína, como leite, carne e queijo, pode ajudar.

Prevenção do câncer

Alguns defensores dessa dieta afirmam que ela pode reverter o câncer ou apoiar a quimioterapia. Não há evidências científicas que apoiem essas alegações, e nenhum estudo realizou testes diretos sobre essa alegação.

No entanto, evidências significativas de um estudo de 2010 sugerem que a redução do consumo de carne e a ingestão de mais frutas, verduras e grãos integrais podem prevenir o câncer.

O estudo analisou dados da Pesquisa Prospectiva Européia de 2010 sobre Câncer e Nutrição. Descobriu-se que consumir vitamina C, vitamina A, fibra e uma dieta de estilo mediterrâneo podem reduzir o risco de câncer.

A American Cancer Society (ACS) recomenda uma dieta semelhante, mas não idêntica, a uma dieta alcalina. Os ACS aconselham evitar alimentos processados, refrigerantes e muitos alimentos ricos em gordura. Em vez disso, é mais benéfico comer uma dieta rica em frutas, vegetais e grãos integrais.

Tratar ou prevenir doenças cardíacas

Nos EUA, a doença cardíaca é a principal causa de morte. Fatores de estilo de vida, incluindo má nutrição e baixos níveis de atividade, são os principais contribuintes.

Uma dieta alcalina pode naturalmente aumentar os níveis de hormônio do crescimento, mas a pesquisa é preliminar e inconclusiva. A pesquisa descobriu que o hormônio do crescimento apoia a composição corporal e reduz os fatores de risco para doenças cardíacas.

As dietas alcalinas também tendem a ser pobres em gordura e calorias, promovendo naturalmente um peso corporal saudável e diminuindo os fatores de risco para doenças cardíacas. Eles também reduzem ou eliminam carnes vermelhas e processadas, removendo um grande contribuinte para doenças cardíacas da dieta.

Melhorando os níveis de hormônio de crescimento

Melhor saúde do coração é apenas um benefício potencial de ter níveis mais altos de hormônio do crescimento. Melhorar os níveis de hormônio do crescimento também pode promover um melhor funcionamento do cérebro, particularmente memória e cognição.

Algumas evidências sugerem que o hormônio do crescimento melhora a qualidade de vida geral.

No entanto, a evidência que liga uma dieta alcalina a um aumento nos níveis do hormônio do crescimento é fraca. Alguns estudos mostraram que a correção de um ambiente altamente ácido com suplementos específicos, como o bicarbonato, pode promover a alcalinidade, mas isso não significa necessariamente que uma dieta alcalina tenha benefícios semelhantes.

Melhorar a dor nas costas

Uma pequena quantidade de pesquisas sugere que suplementar a dieta com minerais alcalinos pode ajudar nos sintomas de dor nas costas.

Esta pesquisa não testa diretamente os benefícios de uma dieta alcalina, por isso é incerto se os alimentos alcalinos podem ajudar com a dor crônica.

Prevenção da osteoporose

A osteoporose é um importante fator de risco para fraturas ósseas, especialmente em pessoas mais velhas e mulheres. Alguns defensores dessa dieta dizem que reduz a quantidade de cálcio perdida na urina e que isso diminui o risco de osteoporose. No entanto, nenhuma evidência científica apóia esta afirmação.

Dito isso, comer mais frutas e vegetais pode melhorar a saúde dos ossos. As dietas alcalinas são ricas nesses alimentos. Eles também tendem a ter baixo teor de proteínas, o que ajuda na saúde dos ossos e músculos.

É improvável, portanto, que uma dieta alcalina possa prevenir a osteoporose. Dietas alcalinas extremamente pobres em proteínas também podem ser um fator de risco para osteoporose. Uma estratégia melhor é comer mais proteínas, frutas e vegetais magros.

Promovendo músculos saudáveis

As pessoas tendem a perder massa muscular à medida que envelhecem.

Isso aumenta o risco de quedas e fraturas de uma pessoa e também pode contribuir para fraqueza e dor crônica. Um estudo de 2013 oferece evidências preliminares de que uma dieta alcalina pode melhorar a saúde muscular.

Pesquisadores examinaram 2.689 mulheres em um estudo duplo de longo prazo. Eles descobriram um aumento pequeno, mas significativo na massa muscular entre as mulheres após uma dieta mais alcalina.

Alimentos de dieta alcalina

As pessoas interessadas em experimentar uma dieta alcalina devem ingerir mais alimentos com baixo teor de ácido.

Esses incluem:

■ Frutas;

■ Legumes;

■ Sementes;

■ Leguminosas, como lentilhas;

■ Tofu.

Lentilhas, tofu e algumas sementes são boas fontes de proteína, mas é importante comer o suficiente para compensar a remoção de produtos lácteos e carne.

As pessoas interessadas em experimentar uma dieta alcalina devem evitar alimentos com alto teor de ácido. Esses incluem:

■ Produtos lácteos, como queijo e leite;

■ Alimentos processados;

■ Peixe;

■ Café;

■ Álcool;

■ Refrigerante;

Resumo

Uma dieta rica em variedade é a opção mais saudável. As pessoas devem procurar uma dieta que inclua uma variedade de diferentes proteínas, grãos, frutas, vegetais, vitaminas e minerais.

A remoção de qualquer grupo alimentar ou tipo de alimento de uma dieta pode dificultar a saúde de uma pessoa. Dietas muito baixas em proteínas alcalinas podem ajudar as pessoas a perder peso, mas também podem aumentar o risco de outros problemas, como ossos e músculos fracos.

As pessoas que desejam experimentar uma dieta alcalina devem garantir que comem proteína suficiente. Aqueles que são capazes de comer bastante proteína em uma dieta alcalina podem seguramente tentar.

Embora a dieta alcalina não altere realmente o pH do sangue, ela pode ajudar as pessoas a consumirem uma ampla variedade de alimentos saudáveis, melhorando a saúde geral.

Pessoas com condições médicas graves ou uma história de problemas nutricionais devem consultar um médico antes de tentar esta dieta.

Autor da matéria: Zawn Villines.
Avaliado por: Katherine Marengo LDN, RD.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Zawn Villines. A matéria foi avaliada por Katherine Marengo LDN, RD e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler a matéria completa do autor Zawn Villines conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 24/01/2019.