Novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo.


Quais são os sinais de infecção da próstata?

Quais são os sinais de infecção da próstata?

Bactérias podem infectar a próstata, e isso pode resultar em inflamação. O termo médico para isso é prostatite bacteriana. Pode causar dor intensa e alterações na micção.

A próstata é do tamanho de uma noz. Fica logo abaixo da bexiga e produz um componente no sêmen. A uretra, um tubo que conecta a bexiga ao pênis, passa pela próstata e transporta a urina.

Tipos de prostatite

Quando a causa é uma infecção, existem dois tipos principais de prostatite:

Prostatite bacteriana aguda

Se uma pessoa tem uma infecção da próstata aguda ou de curto prazo, os sintomas são graves e se desenvolvem repentinamente.

Prostatite é o termo para inflamação da próstata. A prostatite aguda é incomum e a causa é sempre uma infecção.

A infecção requer tratamento imediato, pois a condição pode causar complicações sérias.

Prostatite bacteriana crônica

A prostatite bacteriana crônica, ou a longo prazo, causa sintomas que tendem a surgir durante vários meses.

Se uma infecção é responsável pela inflamação, a comunidade médica chama essa condição de prostatite bacteriana crônica.

Se houver uma causa diferente, a condição é chamada de prostatite crônica ou síndrome da dor pélvica crônica, e afeta 10% a 15% dos homens nos Estados Unidos.

Quais são as causas?

A prostatite aguda resulta de uma infecção bacteriana. Muitas vezes, as bactérias da urina se espalham para a próstata.

Se os antibióticos não matam as bactérias, a prostatite pode recorrer e se tornar crônica.

Se uma pessoa não tiver uma infecção bacteriana, a prostatite pode resultar de:

■ lesão do nervo no trato urinário inferior, após cirurgia ou trauma;

■ a resposta do sistema imunológico a uma infecção do trato urinário (ITU) anterior.

Fatores de risco

Algumas pessoas são mais propensas a contrair infecções da próstata. Fatores de risco incluem:

■ ter 50 anos ou menos;

■ usando um cateter;

■ ter uma infecção da bexiga atual ou UTI;

■ ter uma história de episódios de prostatite;

■ ter sofrido ferimentos na pélvis submetidos a procedimentos que envolvem a uretra ou a próstata;

■ ter HIV ou AIDS.

Sintomas

Os sinais e sintomas da prostatite bacteriana dependem de ser aguda ou crônica.

Prostatite bacteriana aguda

Os sintomas aparecem repentinamente e são graves. Eles podem incluir:

■ urina com um odor desagradável;

■ sangue na urina ou sêmen;

■ dores no corpo;

■ dor ardente ao urinar;

■ dificuldade para urinar;

■ febre ou calafrios;

■ micção frequente;

■ náusea;

■ noctúria (urinar 2 a 3 vezes por noite);

■ dor no baixo ventre ou parte inferior das costas;

■ vômito;

A prostatite bacteriana aguda requer atenção médica imediata.

Prostatite bacteriana crônica

Estes sintomas podem ser ligeiros a moderados e podem desenvolver-se gradualmente ou ir e vir durante vários meses.

A comunidade médica considera a prostatite bacteriana crônica se os sintomas estiverem presentes por pelo menos 3 meses e incluir:

■ uma necessidade urgente de urinar;

■ dor na bexiga;

■ dor ardente durante a micção;

■ dificuldade em urinar;

■ micção frequente;

■ dor no baixo ventre, nas costas ou na virilha;

■ dor nos testículos ou pênis;

■ ejaculação dolorosa;

■ uma UTI.

Diagnóstico

Para diagnosticar uma infecção da próstata, um médico pode:

■ tomar uma história médica;

■ indagar sobre sintomas;

■ realizar um exame físico, incluindo um exame retal digital;

■ analisar uma amostra de urina para sinais de uma infecção.

O médico também pode solicitar um ou mais dos seguintes procedimentos:

■ exames de sangue, para verificar sinais de uma infecção ou outro problema;

■ análise de sêmen, para procurar sinais de uma infecção;

■ exames de imagem, para verificar se há bloqueios ou outras questões no trato urinário ou próstata;

■ massagem prostática, que envolve massagear a próstata e verificar a descarga de anormalidades;

■ uma biópsia, que envolve tirar algum tecido da próstata e examiná-lo sob um microscópio;

Esses testes podem confirmar o diagnóstico de prostatite e descartar outras condições, como o câncer.

Os resultados também podem ajudar a determinar o melhor curso do tratamento.

Opções de tratamento

Tratamentos médicos e naturais podem ajudar pessoas com prostatite.

Medicação

Medicamentos para prostatite incluem:

■ antibióticos;

■ alfa-bloqueadores;

■ medicamentos anti-inflamatórios.

Para aliviar a dor e a inflamação, algumas pessoas tomam medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides. Estes estão disponíveis over-the-counter (OTC) ou por prescrição.

Cirurgia

A cirurgia pode ser necessária, embora isso seja incomum.

Cirurgiões podem remover bloqueios ou tecido cicatricial da bexiga, o que pode melhorar o fluxo de urina e reduzir os sintomas de prostatite.

Tratamentos naturais

Remédios caseiros podem ajudar a aliviar os sintomas, mas eles normalmente não podem eliminar as bactérias da próstata. O tratamento médico é geralmente necessário.

Remédios caseiros incluem:

■ Beber mais água para ajudar a eliminar bactérias;

■ evitar irritantes da bexiga, como álcool, cafeína e alimentos condimentados;

■ imersão em um banho de assento quente;

■ usar uma almofada de aquecimento para aliviar a dor;

■ evitando atividades que irritam a próstata, incluindo ciclismo, cavalgadas e qualquer coisa que envolva períodos prolongados;

■ praticar exercícios de Kegel, para treinar a bexiga;

Algumas pessoas encontram alívio nas seguintes terapias alternativas:

■ acupuntura;

■ biofeedback;

■ suplementos de ervas, como azevém e Saw Palmetto.

Leve embora

Qualquer pessoa com sintomas de uma infecção de próstata bacteriana deve consultar um médico imediatamente.

Se uma pessoa não receber tratamento, a condição pode causar complicações, como:

■ um abcesso na próstata;

■ bacteremia (uma infecção bacteriana do sangue);

■ dor crônica;

■ epididimite (inflamação na parte de trás dos testículos);

■ infertilidade;

■ problemas urinários.

Para evitar complicações e aliviar os sintomas, procure atendimento médico imediato e siga o plano de tratamento do médico.

Uma pessoa pode ter que mudar para um antibiótico diferente antes de ver os resultados. Além disso, em alguns casos, uma infecção bacteriana crônica da próstata pode apenas desaparecer completamente após meses de tratamento antibiótico.

Autor da matéria: Jayne Leonard.
Avaliada por: Daniel Murrell, MD. Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Jayne Leonard. A matéria foi avaliada por Daniel Murrell, MD e publicada no Medical News Today. Colocamos no site 98% da matéria. De qualquer forma, poderá ler a matéria completa do autor Jayne Leonard conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 11/10/2018.