Novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço do site o conteúdo é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


Quais são os benefícios para a saúde do chá preto?

Quais são os benefícios para a saúde do chá preto?

O chá é a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água. Todo o chá vem da planta Camellia sinensis, mas diferentes formas de colheita e processamento produzem diferentes chás.

Para fazer chá preto, as folhas são murchas, machucadas, enroladas e totalmente oxidadas. O chá preto é responsável por 75% do chá consumido no mundo.

A oxidação ocorre quando as folhas são expostas ao ar por longos períodos. Enzimas quebram os produtos químicos nas folhas, produzindo sua coloração marrom e cheiro familiar.

O chá verde, em contraste, é feito de folhas que não são oxidadas.

A oxidação pode proporcionar benefícios nutricionais ao chá preto que não estão presentes no chá verde, como reduzir o risco de vários tipos de câncer, proteger o coração contra a aterosclerose e manter uma pressão sanguínea saudável.

Benefícios

A maioria dos estudos sobre os potenciais benefícios do chá para a saúde se concentrou no chá verde.

No entanto, tendo em conta o processo de oxidação envolvido na fabricação de chá preto, alguns estudos investigaram os benefícios exclusivos que isso pode proporcionar.

Poucos estudos sobre o chá preto são conclusivos, já que os testes envolveram dar aos animais doses maiores do que normalmente seriam consumidas em uma dieta humana média.

As empresas de alimentos e bebidas podem enfatizar em demasia os benefícios para a saúde dos antioxidantes para apoiar as vendas.

Aterosclerose

A aterosclerose é um acúmulo de placas nas paredes de qualquer artéria do corpo. Pode levar a doença coronariana e doença renal crônica. Os radicais livres contribuem fortemente para essa condição.

Um estudo de 2004 sobre hamsters feito por pesquisadores da Universidade de Maryland, ligou os antioxidantes disponíveis no chá verde e preto para combater os radicais livres que causam aterosclerose.

Três xícaras de chá preto por dia foram estimadas para reduzir o risco de aterosclerose em 11%.

Uma revisão publicada no European Journal of Clinical Nutrition sugere que beber 3 ou mais xícaras de chá por dia pode oferecer proteção contra doenças coronárias.

Diminuindo o risco de câncer

Descobertas citadas pelo National Câncer Institute sugerem que os polifenóis no chá podem diminuir o crescimento do tumor. Testes de laboratório e estudos em animais sugerem que eles podem proteger contra danos causados ​​pela radiação ultravioleta B (UVB).

O chá preto tem sido associado ao câncer de forma semelhante ao chá verde, embora afete menos tipos de câncer. Estudos também indicaram que o chá preto pode ter um impacto positivo sobre o câncer de bexiga, pulmão e próstata.

Como é o caso em muitos estudos relacionados ao chá e câncer, os resultados são inconclusivos.

O chá preto também foi mostrado para estimular genes que reduzem a sensibilidade ao tratamento de quimioterapia na célula. Isso sugere que o chá de volta pode enfraquecer o efeito do tratamento do câncer.

Estudos separados descobriram resultados conflitantes em relação ao chá preto e ao câncer, observando que o chá preto aumentou e diminuiu o risco de câncer de pulmão em diferentes estudos.

Pesquisadores não foram capazes de explicar como antioxidantes e células cancerígenas interagem para reduzir o risco de desenvolvimento de câncer.

No entanto, uma equipe concluiu que beber seis xícaras de chá por dia poderia melhorar o status antioxidante.

Reduzir a pressão arterial

Em um estudo realizado pela Universidade da Austrália Ocidental em 2012, o chá preto foi mostrado para reduzir a pressão arterial diastólica e sistólica. Também anulou o impacto na pressão sanguínea de uma refeição rica em gordura.

No entanto, um fabricante global de bens comestíveis, incluindo chás, financiou este estudo. Como o apoio da pesquisa não é imparcial, os leitores são aconselhados a abordar tais estudos com cautela.

Nutrição

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o chá contém:

■ Álcalóides (cafeína, teofilina e teobromina);

■ Aminoácidos;

■ Carboidratos;

■ Proteínas;

■ Clorofila;

■ Fluoreto;

■ Alumínio;

■ Minerais e oligoelementos;

■ Compostos orgânicos voláteis, que contribuem para o seu odor e sabor.

O chá preto também contém polifenóis, compostos químicos que protegem as plantas da radiação ultravioleta ou de patógenos nocivos e causadores de doenças. Os flavonóides são um tipo de polifenol. Pensa-se que os benefícios do vinho tinto estejam relacionados com os flavonóides.

Quando consumidos por seres humanos, esses polifenóis têm um efeito antioxidante. Os antioxidantes podem combater a atividade das células dos radicais livres. Os radicais livres podem prejudicar a saúde e danificar, alterar e até matar células no corpo.

Os radicais livres contribuem para o desenvolvimento de muitas doenças e condições, como a aterosclerose e alguns tipos de câncer.

Dicas

Mais pesquisas são necessárias para confirmar seus benefícios ativos à saúde, mas o chá preto continua sendo uma alternativa mais saudável para muitos produtos quando se busca um aumento diário de cafeína.

A cafeína é um estimulante que pode aumentar o foco e a energia ao longo do dia.

As pessoas podem consumir mais chá preto sem afetar a saúde do que algumas bebidas carregadas de cafeína.

Tem baixa contagem de calorias e pode ser usado para dar sabor aos pratos sem adicionar açúcar ou sal à dieta.

Idéias para usar chá

Aqui estão 4 dicas para incorporar o chá preto em refeições sólidas.

Dica 1: use chá em vez de sopa.

O chá preto pode adicionar um sabor fumado a sopas com carne vermelha ou cogumelos.

Dica 2: adicione chá a líquidos de caça furtiva.

A caça furtiva no chá preto infunde o aroma na proteína do alimento. Cogumelos escalfados em lapsang souchong chá preto podem ser uma opção particularmente saborosa.

Dica 3: cozinhe feijão e grãos com chá.

Trocar a água para o chá ao cozinhar arroz ou feijão adiciona uma nuance esfumaçada ao seu sabor.

Dica 4: o chá funciona como parte de uma sobremesa

O sabor característico do chá pode ser infundido em leite gordo e aquecido e adicionado a pudins ou cremes. Infundir chá preto Earl Grey em cremes de chocolate, por exemplo, pode dar ótimos resultados.

Riscos

Pode haver alguns riscos em beber chá preto.

Elementos tóxicos

Todo o chá fabricado contém minerais que, em excesso, podem ser venenosos.

Chumbo e alumínio estão presentes no chá. Estes metais pesados, em grandes doses, podem ser tóxicos para os seres humanos. Pequenos vestígios de arsénio e cádmio podem ser encontrados em alguns chás, mas não em quantidades perigosas.

O chá preto tem níveis particularmente altos de manganês, que é tóxico em excesso.

Quanto mais tempo for deixado o chá, quanto maior a concentração desses elementos tóxicos, é aconselhável apenas preparar o chá por no máximo 3 minutos.

Dependendo de onde e como o chá é cultivado, também pode haver vestígios de pesticidas nas folhas, então aconselha-se o consumo moderado. Recomenda-se um máximo de 10 xícaras por dia.

Efeitos da cafeína

O chá preto contém 2 a 4 por cento de cafeína.

Pessoas que são particularmente sensíveis à cafeína podem sentir insônia, ansiedade, irritabilidade ou dor de estômago ao consumir chá em grandes quantidades.

Ingestão excessiva de cafeína também pode levar a:

■ Cardíaco ou um batimento cardíaco irregular;

■ Diarréia e síndrome do intestino irritável;

■ Pressão ocular e possível glaucoma;

■ Açúcar no sangue afetado e potencial diabetes;

■ Aumento da pressão arterial;

■ Aumento de dumping de cálcio na urina e, portanto, ossos enfraquecidos e possível osteoporose.

Bebedores de chá regulares que experimentam qualquer um dos sintomas acima devem considerar reduzir seu consumo de chá. Se os sintomas persistirem, eles devem consultar um médico.

Anemia

Verificou-se que o chá diminui a biodisponibilidade do ferro quando tomado com as refeições. Isso significa que reduz a capacidade do corpo de absorver ferro.

Pessoas com histórico de deficiência de ferro devem tomar cuidado para não consumir chá quando tomar suplementos de ferro ou uma refeição rica em ferro.

Eles também devem deixar uma hora entre comer e beber chá preto.

Interações com drogas e suplementos

O chá preto é conhecido por interagir com diversos medicamentos e suplementos.

Esses incluem:

■ Inibidores da MÃO, usados ​​para tratar a depressão;

■ Estimulantes como a Ritalina;

■ Medicamentos para prevenir arritmias, insônia, azia, úlcera ou ansiedade;

■ Ácido fólico.

O chá pode aumentar a pressão arterial e a frequência cardíaca, se consumido com outros estimulantes, e pode reduzir a absorção de ácido fólico.

Chás gelados e chás prontos para beber podem não ser tão saudáveis ​​quanto o chá preto comum, já que a composição é diferente. A adição de açúcar ao chá também reduz os benefícios para a saúde.

Fale sempre com um médico se o chá preto fizer parte da sua dieta e estiver a tomar medicamentos em curso.

Autor da matéria: Adam Felman.
Avaliado por: Natalie Butler, RD, LD.
Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Adam Felman. A matéria foi avaliada por Natalie Butler, RD, LD e publicada no Medical News Today. Colocamos no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler a matéria completa do autor Adam Felman conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 14/11/2018.