Novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço do site o conteúdo é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


Esses são os benefícios do óleo de linhaça

Esses são os benefícios do óleo de linhaça

Os seres humanos usam o óleo de linhaça há milhares de anos e tem uma variedade de benefícios para a saúde. Os fabricantes extraem o óleo de linhaça das sementes de linhaça. As pessoas podem usar o óleo na culinária e no cozimento.

Neste artigo, aprenda sobre os benefícios para a saúde do óleo de linhaça, incluindo redução do colesterol, menos problemas de pele e diminuição da inflamação.

Também foi coberto os possíveis riscos do uso de óleo de linhaça.

O que é óleo de linhaça?

O óleo de linhaça vem de linhaça amadurecida que os fabricantes têm prensado a frio para extrair o óleo. Outro nome para o óleo de linhaça é o óleo de linhaça.

O óleo de linhaça está comercialmente disponível na forma de cápsula e líquida. Ele contém um tipo de ácido graxo ômega-3 chamado ácido alfa-linolênico (AAL).

O corpo usa AAL do óleo de linhaça e o converte em pequenas quantidades em outros ácidos graxos, incluindo o ácido docosahexaenóico e o ácido eicosapentaenóico.

Os ácidos graxos ômega-3 são vitais para a saúde física e mental de uma pessoa.

O óleo de linhaça não contém os mesmos nutrientes que a semente inteira. Por exemplo, as sementes de linhaça contêm fibras, magnésio e vitamina B, mas o óleo de linhaça não.

Benefícios do óleo de linhaça

Embora os cientistas tenham realizado mais pesquisas sobre a linhaça do que o óleo de linhaça, alguns estudos sobre o óleo mostram resultados promissores.

Os possíveis benefícios do óleo de linhaça incluem:

Redução do colesterol

Semelhante ao óleo de linhaça, linhaça pode ajudar a diminuir os níveis de colesterol. O AAL no óleo de linhaça pode desempenhar um papel na diminuição da lipoproteína de baixa densidade (LDL), ou colesterol "ruim".

Em um pequeno estudo envolvendo 15 adultos, os participantes consumiram óleo de linhaça ou óleo de milho uma vez por dia com o jantar.

Os pesquisadores mediram os níveis de colesterol dos participantes no início do estudo e novamente 12 semanas depois.

Aqueles que consumiram o óleo de milho não tiveram nenhuma alteração nos níveis de colesterol, enquanto aqueles que consumiram o óleo de linhaça tiveram uma diminuição significativa no LDL.

Lutando contra o câncer

O óleo de linhaça pode ajudar a combater certos tipos de câncer. Embora muito mais pesquisas sejam necessárias para chegar a uma conclusão definitiva, alguns estudos com animais são encorajadores.

Um estudo em ratos com tumores de pulmão descobriu que aqueles que consumiram uma dieta de 10 por cento de linhaça tinham menos tumores em comparação com aqueles no grupo controle.

Os pesquisadores também estudaram os efeitos do óleo de semente de linhaça em outros tipos de câncer.

Uma revisão da literatura indica que, em estudos com animais, o ácido graxo no óleo de linhaça pode suprimir o tamanho e o crescimento do tumor, além de promover a morte de células cancerígenas.

Tratar dermatite atópica

Óleo de linhaça também pode ter benefícios para a pele e cabelo, como reduzir alguns dos sintomas da dermatite atópica. A dermatite atópica é um tipo de eczema, que é uma condição de longo prazo que causa vermelhidão e coceira na pele.

Um estudo analisou o efeito do consumo de óleo de linhaça em camundongos com dermatite. Após 3 semanas, os camundongos apresentaram diminuição dos sintomas da dermatite, como vermelhidão, inchaço e coceira.

Reduzindo o risco de diabetes

O óleo de linhaça também pode ajudar a diminuir o risco de diabetes. Uma revisão sistemática de 2015 analisou estudos para determinar o efeito do óleo de linhaça em pessoas com diabetes.

Um estudo envolveu 25 pessoas que tiveram pré-diabetes. Esses participantes eram mulheres que experimentavam menopausa ou homens com excesso de peso. Eles consumiram 13 gramas (g) ou 26 gramas de semente de linhaça por 12 semanas.

Após 12 semanas, aqueles que consumiram 13 g de semente de linhaça tiveram uma diminuição nos níveis de açúcar no sangue. Aqueles que ingeriram doses mais elevadas de semente de linhaça não sofreram alterações.

Os pesquisadores não sabem ao certo por que o grupo de altas doses não teve alterações. Embora o óleo de linhaça possa ter um efeito positivo em pessoas com pré-diabetes, estudos maiores e mais abrangentes são necessários para se chegar a conclusões firmes.

Diminuição da inflamação

Em uma meta-análise, a linhaça e seus derivados diminuíram a proteína C reativa circulante, que é um marcador de inflamação. No entanto, esses resultados estavam presentes apenas em adultos obesos.

Riscos possíveis

De acordo com o Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa, normalmente é seguro consumir óleo de linhaça em quantidades limitadas.

Pequenos efeitos adversos são possíveis dependendo da dose e da reação individual da pessoa. Possíveis efeitos adversos incluem:

■ Gás;

■ Inchaço;

■ Diarréia.

Há pouca informação sobre se o óleo de semente de linhaça é seguro para consumir durante a gravidez ou a amamentação.

A Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos não regulamenta o óleo de linhaça como suplemento dietético.

Se alguém quiser tomar óleo de linhaça para uma condição de saúde específica, é melhor conversar primeiro com um médico para garantir que não haja interações possíveis com seus medicamentos ou tratamentos atuais.

Um médico pode recomendar parar com a semente de linhaça várias semanas antes da cirurgia.

Como usar o óleo de linhaça

O óleo de linhaça é sensível à luz e ao calor, por isso é melhor comprá-lo em um frasco de vidro opaco ou escuro para protegê-lo da luz e armazená-lo em um local fresco e escuro.

O sabor do óleo de linhaça é leve. As pessoas podem beber uma colherada ou incorporá-la em molhos.

As pessoas também podem usar óleo de linhaça em vez de outros óleos ou manteiga para cozinhar. O óleo de linhaça é sensível ao calor, portanto, cozinhar com ele alterará as propriedades nutricionais.

Para aqueles que não querem adicionar óleo de linhaça à comida, também está disponível em forma de cápsula como suplemento.

Resumo

O óleo de linhaça não tem o mesmo valor nutricional que a linhaça inteira. No entanto, ainda é uma boa fonte de AAL, que é um tipo de ácido graxo ômega-3. Os efeitos adversos são raros e tipicamente leves.

Incorporar óleo de linhaça em uma dieta saudável é bastante simples. Ele fornece um impulso de ômega-3 e pode ter alguns benefícios adicionais, como diminuir o colesterol e combater a inflamação.

Suplementos de óleo de linhaça estão disponíveis em algumas lojas de produtos naturais e online.

Autor da matéria: MaryAnn de Pietro.
Avaliado por: Debra Rose Wilson, Doutora, MSN, RN, IBCLC, AHN-BC, CHT. Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a MaryAnn de Pietro. A matéria foi avaliada por Debra Rose Wilson, Doutora, MSN, RN, IBCLC, AHN-BC, CHT e publicada no Medical News Today. Colocamos no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler a matéria completa do autor MaryAnn de Pietro conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 23/11/2018.