Novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço o conteúdo do site é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


Dimetapp Gelcaps - Bula

Dimetapp Gelcaps - Bula

Importante

Essa é uma bula ao paciente do medicamento dimetapp gelcaps (cloridrato de pseudoefedrina, maleato de bronfeniramina) com todas as informações relevantes. Foram extraídas na íntegra da bula original, empresa ou laboratório Pfizer, especificamente do site online. Todas as informações que constam são absolutamente verdadeiras, mas, com o único objetivo informativo. Nunca tome medicamento sem consultar um médico. Ao final um link onde poderá consultar a bula original. Vamos a bula.

Dimetapp® Gelcaps
Cloridrato de pseudoefedrina
Maleato de bronfeniramina

Nome comercial: Dimetapp® Gelcaps

Nome genérico: cloridrato de pseudoefedrina e maleato de bronfeniramina.

Usa oral.

Formas farmacêuticas e apresentações referentes a esta bula: cápsulas gelatinosas - USO ADULTO. Dimetapp® Gelcaps: caixas com 20 cápsulas.

Outras formas farmacêuticas e apresentações disponíveis no mercado: Xarope - USO PEDIATRICO E ADULTO.

Dimetapp® Elixir: frasco com 120 ml. Acompanha copo-medida graduado.

Composição: Dimetapp®Gelcaps - Cada cápsula gelatinosa contém:

Cloridrato de pseudoefedrina 60 mg.

Maleato de bronfeniramina 4 mg.

Excipientes: macrogol 400, propilenoglicol, povidona, gelatina, glicerol, sorbitol e corante vermelho.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

Como este medicamento funciona?

Dimetapp® Gelcaps é uma associação de um descongestionante nasal e um anti-histamínico. Apresenta rápida ação no alivio da congestão nasal, espirros e coriza.

Por que este medicamento foi indicado?

Dimetapp® Gelcaps está indicado no alívio temporário dos seguintes sintomas: congestão nasal secundária a gripes, resfriados, rinite alérgica ou associada a sinusite. coriza, espirros, prurido nasal ou da garganta associados à rinite alérgica.

Quando não devo usar este medicamento?

Este medicamento é contraindicado em crianças menores de 12 anos de idade, em pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, e em pacientes com hipertensão arterial grave, doença cardiovascular e insuficiência coronariana. Além disso, Dimetapp® Gelcaps é contraindicado em pacientes recebendo tratamento com inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou por duas semanas após a interrupção do tratamento com estes fármacos. O paciente deve interromper o uso de Dimetapp® Gelcaps e consultar um médico caso os sintomas piorem ou persistam por mais de 7 dias.

A dose diária máxima recomendada não deve ser excedida. Consulte um médico antes de usar este medicamento se você tem: doença do coração; pressão alta; doença de tireóide; diabetes; dificuldade para urinar devido ao aumento de próstata; glaucoma; problema respiratório como por exemplo enfisema ou bronquite crônica.

Durante o uso deste medicamento pode ocorrer sonolência, por isso: evite bebidas alcoólicas; evite sedativos e tranquilizantes. pois podem aumentar a sonolência; recomenda-se especial cuidado ao dirigir veículos ou operar máquinas.

Como todo medicamento, mulheres grávidas ou em fase de amamentação devem procurar orientação médica antes de usar este produto. ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA. ESTE MEDICAMENTO E CONTRAINDICADO NA FAIXA ETÁRIA DE MENORES DE 12 ANOS DE IDADE. INFORME AO MÉDICO O APARECIMENTO DE REAÇÕES INDESEJÁVEIS. INFORME AO SEU MÉDICO SE VOCÊ ESTA FAZENDO USO DE ALGUM OUTRO MEDICAMENTO. NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.

Como devo usar este medicamento?

Aspectos físicos e características organolépticas: cápsula oval mole de cor vermelha translúcida, contendo uma solução rosada translúcida característica. Adultos e crianças acima de 12 anos: tomar 1 cápsula 3 a 4 vezes ao dia, com intervalo mínimo entre doses de 6 horas. Nunca tome 2 cápsulas ao mesmo tempo. Não tome mais do que 4 doses em um período o de 24 horas.

SIGA ORIENTAÇÃO DO SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO. NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. NÃO USE O MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. ANTES DE USAR, OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO. ESTE MEDICAMENTO NÃO PODE SER PARTIDO OU MASTIGADO.

Quais os males que este medicamento pode causar?

Dimetapp® Gelcaps pode causar sonolência, dependendo da suscetibilidade de cada pessoa. Raramente, pode ocorrer tontura, náuseas, vômitos, dor de cabeça, ansiedade, insônia, dificuldade ou dor ao urinar, e secura da boca. ATENÇÃO: ESTE É UM MEDICAMENTO NOVO E, EMBORA AS PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA ACEITÁVEIS PARA COMERCIALIZAÇÃO, EFEITOS INDESEJÁVEIS E NÃO CONHECIDOS PODEM OCORRER. NESTE CASO, INFORME SEU MEDICO.

O que fazer se alguém usar uma grande quantidade deste medicamento de uma só vez?

Procure imediatamente orientação de um médico ou um centro de intoxicação.

Onde e como devo guardar este medicamento?

Dimetapp® Gelcaps é muito sensível ao calor e à umidade. O produto deve ser mantido em sua embalagem original, em local protegido da umidade e da luz, em temperatura ambiente (entre 15 - 30°C). TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Características farmacológicas: a fórmula de Dimetapp® Gelcaps associa uma amina simpatomimética, o cloridrato de pseudoefedrina, e um anti-histamínico, o maleato de bronfeniramina. A pseudoefedrina age sobre os receptores alfa-adrenérgicos da mucosa do trato respiratório produzindo vasoconstrição, diminuição do edema de mucosa e, consequentemente, da congestão nasal. Esta ação pode melhorar a drenagem da secreção dos seios paranasais e desobstruir a ósteo faríngeo da tuba auditiva. O maleato de bronfeniramina, assim como os outros anti-histamínicos utilizados para tratamento de processos alérgicos, age por mecanismo competitivo com a histamina nos receptores H1 das células efetoras. Sua indicação está bem estabelecida no tratamento sintomático ou profilático da rinite alérgica ou vasomotora, para o alívio dos espirros e da rinorréia associados ao resfriado comum. A ação anticolinérgica dos anti-histamínicos principalmente os de primeira geração, promove um efeito secante da mucosa nasal, diminuindo o gotejamento pós-nasal. A combinação destes dois princípios ativos visa o alivio temporário da congestão nasal e dos seios paranasais, dos espirros e da rinorréia associados ao resfriado comum à rinite alérgica.

Após a administração oral da pseudoefedrina, o início da atividade descongestionante se dá em 30 minutos, com duração de ate 4 horas, antiácidos aumentam sua absorção oral; aproximadamente 70% a 90% do fármaco são excretados de forma inalterada na urina e 1% a 6% são excretados como norpseudoefedrina, o metabólito ativo. Após a administração oral da bronfeniramina, o alivio sintomático das reações alérgicas se dá entre 15 e 30 minutos e dura por 4 a 8 horas; a bronfeniramina é amplamente metabolizada pelo fígado e excretada na urina como metabolito inativo.

Resultados de eficácia: a associação de pseudoefedrina (descongestionante) e bronfeniramina (anti-histamínico) vem sendo utilizada no alívio temporário da congestão nasal, dos espirros e da rinorréia do resfriado comum e rinite alérgica de adultos e crianças há muitas anos, sendo considerada urna associação eficaz e segura. Ref.1 a eficácia da pseudoefedrina administrada por via oral a pacientes com rinite aguda ou crônica não supurativa foi avaliada em estudo duplo-cego, tendo como controle positivo a efedrina administrada intranasalmente. Foi observado, após dose única oral de pseudoefedrina 60 mg, efeito descongestionante nasal marcante dentro de 30 minutos e mantida por no mínimo 4 horas. A resposta máxima à pseudoefedrina oral foi equivalente a resposta produzida pela efedrina spray nasal. Ref.2 Estudos clínicos têm demonstrado que a eficácia da associação da pseudoefedrina a um anti-histamínico é superior à do uso da pseudoefedrina ou do anti-histamínico isolados no tratamento da rinite alérgica. Ref.3.

Ref. 1 - USP DI®~ 17th edition. 1997 (Vol 1):337-358. Ref. 2 - Roth RP, Cantekin EI, Bluestone CD, Welch RM, Cho YW. Nasal decongestant activity of pseudoephedrine. Ann Otol Rhinol Laryngol. 1977 Mar-Apr; 86(2 pt. 1):235-42. Ref. 3 - Pseudoephedrine. Drugdex Drug Evaluations. Revision : 09/2003.

Indicações: Dimetapp® Gelcaps esta indicado no alívio temporário dos seguintes sintomas: congestão nasal secundária a gripes, resfriados, rinite alérgica ou associada a sinusite; coriza, espirros, prurido nasal ou da garganta associados à rinite alérgica.

Contraindicações: este medicamento é contraindicado em crianças menores de 12 anos de idade, em pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, e em pacientes com hipertensão arterial grave, doença cardiovascular e insuficiência coronariana. Além disso, Dimetapp® Gelcaps é contraindicado em pacientes recebendo tratamento com inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou por duas semanas após a interrupção do tratamento com estes fármacos.

Modo de usar: Dimetapp® Gelcaps deve ser administrado por via oral, de acordo com a posologia recomendada. ESTE MEDICAMENTO NÃO PODE SER PARTIDO OU MASTIGADO. Dimetapp® Gelcaps deve ser mantido em sua embalagem original, em local protegido de umidade e da luz e em temperatura ambiente (entre 15 - 30°C).

Posologia: adultos e crianças acima de 12 anos: 1 cápsula 3 a 4 vezes ao dia, com intervalo mínimo entre doses de 6 horas. Não exceder 4 doses em um período de 24 horas.

Advertências: este medicamento pode causar sonolência: álcool, sedativos e tranquilizantes podem aumentar este efeito, motivo pelo qual os pacientes devem ser orientados para não fazer uso dos mesmos enquanto estiverem em tratamento com Dimetapp® Gelcaps. Recomenda-se especial cuidado ao dirigir veículos motorizados ou operar máquinas. Antes de iniciar o tratamento com Dimetapp® Gelcaps, o médico deverá ser consultado caso o paciente apresente hipertensão, doença cardíaca, doença na tiróide, diabetes, problemas respiratórios ou doenças pulmonares crônicas (tais como bronquite crônica, asma ou enfisema), glaucoma e dificuldade de urinar devido à hipertrofia prostática. O paciente deve interromper o uso de Dimetapp® Gelcaps e consultar um médico caso os sintomas piorem ou persistam por mais de 7 dias.

A dose diária máxima recomendada não deve ser excedida. Os estudos em animais não demonstraram risco fetal, mas também não ha estudos controlados em mulheres grávidas. Os anti-histamínicos de primeira geração podem inibir a lactação devido a sua ação anticolinérgica. Tanto a pseudoefedrina, como a bronfeniramina. são distribuídas no leite materno. A relação risco-benefício deve ser avaliada antes da administração de Dimetapp® Gelcaps em gestantes e lactantes ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MEDICA.

Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco: Dimetapp® Gelcaps é contraindicado em crianças menores de 12 anos. Pacientes idosos podem ser mais sensíveis aos efeitos anticolinérgicos e estimulantes do SNC desta associação, sendo necessário o ajuste da dose diária recomendada para adultos.

Interações medicamentosas: Dimetapp® é contraindicado em pacientes recebendo tratamento com inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou por duas semanas após a interrupção do tratamento com estes fármacos. O médico deve ser informado se os pacientes estão em tratamento ou foram tratados recentemente com medicamentos anti-hipertensivos ou simpatomiméticos. O paciente também deve informar ao seu médico caso esteja sob tratamento com sedativos ou tranquilizantes, uma vez que estes medicamentos podem aumentar a sonolência. A ingestão de álcool ou outros depressores do SNC, durante o tratamento com Dimetapp® Gelcaps, potencializa a sonolência e diminui consideravelmente os reflexos, devendo-se, portanto, evitar o uso concomitante. Certos agentes anti-hipertensivos podem ter seus efeitos diminuídos.

Interferência em exames laboratoriais: os anti-histamínicos podem inibir a resposta aos testes cutâneos com extratos de alérgenos, ocasionando, em alguns pacientes, resultados falso-negativos. Recomenda-se interromper o tratamento 72 horas antes da realização dos testes.

Reações adversas a medicamentos: os seguintes eventos adversos podem estar associados com o uso de Dimetapp® Gelcaps:

Sistema sanguíneo e linfático: agranulocitose, anemia hemolítica, anemia hipoplástica, trombocitopenia. Distúrbios cardíacos: bradicardia, extrasístole, palpitação e taquicardia. Distúrbios de visão: visão borrada e distúrbios visuais. Distúrbios gastrintestinais: constipação, diarreia, boca seca, náusea e vômito. Distúrbios gerais e condições no local da administração: fadiga, perda de apetite e indisposição. Distúrbios do sistema imunológico: choque anafilático, hipersensibilidade. Distúrbios no sistema nervoso: coordenação anormal, tontura, cefaléia, sedação, sonolência, hiperatividade psicomotora. Distúrbios psiquiátricos: estado confusional, humor eufórico, excitabilidade, irritabilidade, nervosismo, inquietação, agitação, ansiedade, insônia. Distúrbios renais ou urinários: disúria, retenção urinária. Distúrbios respiratórios, torácicos ou mediastinais: garganta seca, secura no nariz. Distúrbios de pele e de tecido subcutâneo: erupção devido ao fármaco, reação de hipersensibilidade, rash, urticária. Distúrbios vasculares: hipertensão, aumento da pressão arterial.

ATENÇÃO: ESTE É UM MEDICAMENTO NOVO E, EMBORA AS PESQUISAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA ACEITÁVEIS PARA COMERCIALIZAÇÃO, EFEITOS INDESEJÁVEIS E NÃO CONHECIDOS PODEM OCORRER. NESTE CASO, INFORME SEU MÉDICO.

Superdose: em casos de ingestão acidental de doses acima das preconizadas, recomenda-se contatar imediatamente um centro de intoxicação. Os seguintes sinais e sintomas podem estar associados com a superdose de Dimetapp® Gelcaps: Distúrbios cardíacos: bradicardia, palpitação e taquicardia. Distúrbios de visão: visão borrada.

Distúrbios gastrintestinais: boca seca, desconforto abdominal, náusea e vômito. Distúrbios gerais e condições no local da administração: fadiga, febre alta e hipertermia. Investigações: freqüência cardíaca anormal. Distúrbios no sistema nervoso: ataxia, nível de consciência deprimido, coma, convulsão, tontura, sonolência, letargia, sedação, tremor. Distúrbios psiquiátricos: ansiedade, agitação, delírio, excitabilidade, alucinação, insônia, nervosismo, distúrbio psicótico, irritabilidade, inquietação. Distúrbios respiratórios, torácicos ou mediastinais: apnéia, dispnéia, garganta seca, secura no nariz, parada respiratória, insuficiência respiratória. Distúrbios vasculares: colapso circulatório, rubor, hipotensão, palidez, hipertensão, aumento da pressão sanguínea.

Armazenagem: Dimetapp® Gelcaps deve ser mantido em sua embalagem original, em local protegido de umidade e da luz e em temperatura ambiente (entre 15 - 30°C).

MS n°1.2110.0089
Farm. Resp.: Edina S. M. Nakamura - CRF - SP n° 9258

Produzido por:
Catalent Brasil Ltda.
Avenida Jerome Case, 1277 - Sorocaba - São Paulo - Brasil. CNPJ n° 45.569.555/0001-97 - Indústria Brasileira

Embalado e distribuído por:
Wyeth Indústria Farmacêutica Ltda.
Rodovia Castelo Branco Km 32,5 - Itapevi - São Paulo - Brasil. CNPJ n° 61.072.393/0039-06 - Indústria Brasileira

(LOGOTIPO SAC) 08000 175934

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

DIMGELC20090507-CDS22-25-1470. Aqui poderá consultar a bula original em PDF disponibilizada no site Pfizer. Digite o nome do medicamento ou a letra inicial do medicamento e pronto!

Fonte: inteiramente e totalmente extraída do site Pfizer onde estão disponibilizadas em PDF inúmeras bulas de medicamentos. Utilizamos essa página em questão no aqui beleza e saúde para retransmitir a informação. O acesso a informação é direito de todo cidadão.