Caro visitante, novo endereço do site aqui, caso esteja acessando com endereço antigo. O novo endereço do site o conteúdo é o mesmo e poderá navegar de forma completamente segura.


Dieta: como queimar mais gordura naturalmente?

Dieta: como queimar mais gordura naturalmente?

Para perder peso, uma pessoa precisa queimar mais calorias do que ingerem. Alguns queimadores de gordura naturais, no entanto, podem ajudar o corpo a queimar mais gordura aumentando o metabolismo ou reduzindo a fome.

Para queimar gordura, uma pessoa não pode confiar em um único alimento ou suplemento. Eles também precisam reduzir sua ingestão total de calorias e aumentar os níveis de atividade física.

No entanto, quando fazem parte de uma dieta saudável e estilo de vida, os queimadores de gordura certos podem ajudar a acelerar a perda de peso.

Neste artigo, é discutido alguns potenciais queimadores de gordura natural e as evidências que os sustentam. Também pílulas para queima de gordura, dicas para usar queimadores de gordura naturais e outras formas naturais de perder peso.

Proteína

A proteína pode suportar queima de gordura e perda de peso de várias maneiras. Por exemplo, pessoas que consomem alimentos ricos em proteínas podem se sentir mais satisfeitas por mais tempo. Comer proteína também pode aumentar o metabolismo, permitindo que o corpo queime gordura com mais eficiência.

Alguns alimentos ricos em proteínas contêm menos calorias do que os alimentos ricos em carboidratos. Por exemplo, uma tigela grande, ou 124 gramas (g), de espaguete cozido e simples contém 196 calorias e 7,19 g de proteína. Em contraste, dois grandes ovos cozidos contêm 155 calorias e 12,58 g de proteína.

Uma revisão de 2012 descobriu que, depois de perder peso, consumir uma dieta baixa em proteínas aumenta o risco de uma pessoa recuperar o peso corporal. Para aumentar a perda de peso, muitas fontes recomendam uma ingestão diária de 1-2 g de proteína por quilo de peso corporal.

Para maximizar a perda de peso, uma pessoa deve tentar escolher proteínas de baixo teor calórico, como frango magro, peixe e proteínas vegetais. Eles devem evitar consumir quantidades excessivas de carne vermelha, frituras ou alimentos com adição de óleo, gordura ou manteiga.

Polifenóis

Os polifenóis são um grupo de substâncias químicas presentes em muitos alimentos, especialmente frutas e vegetais. Algumas pesquisas sugerem que alimentos ricos em polifenóis podem ajudar na perda de peso.

Um estudo de 2011 descobriu que uma dieta rica em polifenóis pode interagir com bactérias nos intestinos para suportar a perda de peso, especialmente quando combinada com uma dieta pobre em probióticos.

Outros estudos de alimentos específicos ricos em polifenóis, como a curcumina, também encontraram uma associação com a perda de peso. Por exemplo, um estudo de 2015 descobriu que tomar suplementos de curcumina aumentou mais a perda de peso do que o placebo em pessoas com excesso de peso e síndrome metabólica.

Alguns alimentos que são ricos em polifenóis incluem:

■ Maçãs;

■ Peras;

■ Toranjas;

■ Chá verde;

■ Açafrão;

■ Espinafre;

■ Brócolis;

■ Vinho tinto;

■ Cafeína.

A cafeína é um estimulante que pode aumentar o metabolismo de uma pessoa. No entanto, um estudo de 2018 sugere que a cafeína pode ter um efeito mais significativo no metabolismo do corpo do que os pesquisadores pensavam anteriormente.

O estudo acompanhou 47 pessoas da Finlândia que tomaram café, mas pararam de tomar café durante um mês. Os pesquisadores descobriram uma associação entre o consumo de café e 115 metabólitos.

Ao tentar queimar gordura, é melhor escolher opções de café de baixa caloria, evitando adoçantes de alto teor calórico, leites e cremes.

Probióticos

Os probióticos são bactérias vivas e leveduras que são benéficas para a saúde humana. Muitos alimentos contêm probióticos, incluindo iogurtes e alimentos fermentados, como kimchi, chucrute e tempeh. Probióticos também estão disponíveis como suplementos dietéticos.

O sistema digestivo é o lar de trilhões de bactérias. A pesquisa sugere que o consumo de probióticos pode ajudar a melhorar o equilíbrio natural entre bactérias benéficas e prejudiciais no intestino, bem como apoiar a digestão.

Alguns profissionais de saúde também afirmam que essas bactérias que habitam o intestino podem desempenhar um papel no metabolismo e na perda de peso.

No entanto, uma revisão sistemática de 2015 não encontrou dados para apoiar a noção de que o consumo de probióticos tem um efeito significativo na perda de peso. Os pesquisadores concluíram que mais estudos são necessários.

Chá verde

O chá verde contém cafeína, que é uma substância que pode estimular o metabolismo de uma pessoa. O chá verde também é rico em polifenóis.

Alguns estudos descobriram um pequeno aumento na perda de peso entre pessoas que consomem chá verde regularmente.

No entanto, uma revisão sistemática de 2012 de pesquisas anteriores descobriu que essa perda de peso não foi estatisticamente significativa. A revisão também descobriu que o chá verde não desempenhou nenhum papel na manutenção da perda de peso.

Fruta

Desejos de açúcar são uma grande barreira à perda de peso para muitas pessoas. Reduzir os desejos de açúcar com frutas pode ajudar uma pessoa a consumir menos calorias.

Preloading

Algumas pesquisas sugerem que o pré-carregamento pode ser útil para pessoas que desejam perder peso. O pré-carregamento envolve consumir uma comida ou bebida densa e de baixa caloria antes da refeição principal, para que a pessoa se sinta mais completa e coma menos.

Um estudo de 2011 descobriu que adultos com obesidade que pré-carregavam grapefruit, suco de grapefruit ou água antes das refeições diminuíam a ingestão total de calorias.

Pílulas de queima de gordura

Várias pílulas e suplementos prometem ajudar as pessoas a perder peso. Essas pílulas se enquadram em três categorias:

Pílulas estimulantes

Pílulas estimulantes contêm cafeína e às vezes outros estimulantes para acelerar o metabolismo. Eles podem ajudar as pessoas a perder algum peso, mas também podem causar ritmo cardíaco acelerado, pressão alta e outras complicações decorrentes do consumo excessivo de cafeína.

Suplementos dietéticos

Os suplementos dietéticos incluem ingredientes que podem ajudar as pessoas a perder peso. A eficácia desses ingredientes varia, e os cientistas realizaram poucos estudos sobre esses suplementos. Alguns contêm alimentos ricos em polifenóis ou outros ingredientes que podem aumentar o metabolismo.

Drogas de perda de peso aprovadas

A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou cinco medicamentos prescritos para apoiar a perda de peso:

Orlistat (nome comercial Xenical): reduz a quantidade de gordura que o corpo pode absorver. O orlistat também está disponível sem receita médica em um formulário de dose baixa chamado Alli.

Lorcaserin (nome comercial Belviq): atua nos receptores de serotonina no cérebro para ajudar as pessoas a se sentirem mais satisfeitas depois de comer.

Qsymia: é uma combinação de fentermina e topiramato. Funciona diminuindo o apetite e fazendo as pessoas se sentirem completas mais rapidamente.

Contrave: contém uma combinação de naltrexona e bupropiona, que são drogas que os médicos usam para ajudar a tratar o vício e a depressão.

Liraglutide (nome comercial Saxenda): pode reduzir os sentimentos de fome e ajudar as pessoas a se sentirem mais completas mais rapidamente. Os médicos também usam o liraglutide para ajudar a tratar o diabetes tipo 2.

Suplementos de perda de peso podem causar sérios efeitos colaterais, por isso é importante conversar com um médico antes de usá-los. Drogas de perda de peso de prescrição podem ser seguras para algumas pessoas, mas elas também podem causar efeitos colaterais.

Geralmente, é melhor tentar outras opções, como fazer mudanças no estilo de vida e na dieta, antes de considerar as drogas para perda de peso. Um médico ou nutricionista pode fornecer aconselhamento e apoio para programas de perda de peso adequados.

Dicas para usar queimadores de gordura naturais

Queimadores de gordura naturais não são um substituto para abordagens tradicionais para perda de peso. Em vez disso, eles podem ajudar as pessoas a queimar um pouco mais de calorias a cada dia, aumentando a perda de peso ao longo do tempo.

Para obter o máximo de queimadores de gordura naturais, é melhor incluí-los como parte de uma dieta equilibrada e saudável. Não confie neles para queimar gordura por conta própria ou assumir que comer um novo alimento produzirá resultados instantâneos.

Regularmente se envolver em atividade física também é uma parte importante de qualquer programa de perda de peso.

Outras formas naturais de perder peso

A perda de peso é o resultado de queimar mais calorias do que se consome. Reduzir a ingestão diária de calorias e fazer mais exercício é a melhor maneira de perder peso naturalmente. Um médico ou nutricionista pode fornecer conselhos sobre programas de perda de peso adequados e ajudar uma pessoa a estabelecer metas realistas.

Formas simples de encaixar mais exercícios na vida diária incluem:

■ Fazer pausas frequentes de sentar para caminhar ou alongar por alguns minutos;

■ Usar uma mesa de pé;

■ Estacionar mais longe dos destinos para incentivar mais caminhadas;

■ Caminhar ou andar de bicicleta para trabalhar;

■ Tomar um esporte ou passatempo fisicamente ativo, como jardinagem.

Planejar as refeições com antecedência também pode ajudar ao tentar manter um limite diário de calorias. Outra dica é sempre ter um suprimento de lanches saudáveis ​​e com poucas calorias para a mão. Esses lanches podem ajudar a reduzir os desejos de fome entre as refeições.

Resumo

Não há cura milagrosa para perder peso. Para perder peso, uma pessoa precisa queimar mais calorias do que consome. A melhor maneira de fazer isso naturalmente é comendo menos e se exercitando mais.

No entanto, incorporando certos alimentos ou suplementos em uma dieta equilibrada e saudável pode ajudar a estimular o metabolismo de uma pessoa e queimar mais gordura naturalmente.

Autor da matéria: Zawn Villines.
Avaliado por: Daniel Bubnis, MS, NASM-CPT, NASE Nível II-CSS. Fonte da matéria: Medical News Today.

Informação: toda a autoria da matéria pertence a Zawn Villines. A matéria foi avaliada por Daniel Bubnis, MS, NASM-CPT, NASE Nível II-CSS e publicada no Medical News Today. Foi colocado no site 100% da matéria. De qualquer forma, poderá ler a matéria completa do autor Zawn Villines conforme publicada no site Medical News Today aqui. No Medical News Today a matéria está em inglês, mas, você pode traduzir a página para o português. 17/01/2019.